Canela,

19 de abril de 2024

Anuncie

Fê Brandão

EU VEJO VOCÊ

Fernanda Rosa Brandão

EU VEJO VOCÊ – A intenção é incluir a todos

Compartilhe:

O dia 02 de Abril é o Dia Mundial de Conscientização ao Autismo, e esse e outros tantos diagnósticos que estão surgindo a cada dia, precisam ser vistos com outros olhos.

É um diagnóstico e geralmente colocado dentro de uma caixa, julgando que todos os casos são iguais. No mundo somos 8 bilhões de habitantes e nenhum possui a impressão digital igual a outro, ou seja, somos diferentes e cada um tem a sua forma de agir e reagir.

Tudo vai depender da convivência, do ambiente e dos estímulos que estiver exposto.

E é aqui que entra a Pedagogia Sistêmica, que você professora vai estar no seu lugar de apenas a professora e agir com esta criança, como age com todas as outras. Vai fazer valer o seu direito de pertencer de forma natural a turma e ao ambiente escolar.

Mesmo que tenha suas dificuldades e limitações cabe a criança decidir se vai realizar ou não, as atividades ou até mesmo exercícios físicos. A criança deve ser convidada como todos os outros colegas, de forma que todos são capazes, alguns com mais habilidades que os outros.

E está tudo bem se alguma criança não atingir o mesmo resultado que os colegas, não podemos julgar e nem comparar, isto não cabe a nós professoras. O que podemos fazer é sim permitir que todos experimentem e se desafiem de forma saudável.

• Siga Fernanda Brandão no Instagram

As expectativas e rótulos só fazem com que a criança se sinta excluída e incapaz de fazer parte do grupo escolar. Quando se fala em inclusão, é também com um olhar amplo e amoroso para cada criança. Onde cabe a professora olhar e ver através do olho no olho que esta criança só precisa que a vejam com olhos amorosos, sem pena.

Quando sentimos “pena” tiramos a força desta criança. É preciso substituir a “pena” por admiração e ter consciência que cada criança está no lugar certo com os pais perfeitos, professora perfeita, tudo é perfeito do jeito que é.

Os diagnósticos só são mais um rótulo e assim acontece para diferenciar e trazer mais exclusão ao ambiente escolar, assim se fala tanto em incluir, porém na verdade não estamos preparados para aceitar o outro como é, com suas habilidades e dificuldades. É como se todos só olhassem para o bom desempenho, só este é valorizado.

Como somos diferentes, também possuímos habilidades e facilidades para determinadas coisas, assim o julgamento através das notas em provas e trabalhos, precisa ser revista, ao meu ver. Cada um é único, e se desenvolve de acordo como foi estimulado e incentivado.

Não só o ambiente escolar influencia, como também o ambiente familiar, este mais ainda, pois a criança vive e convive mais tempo e aprende e repete comportamentos, mesmo que inconsciente.

Aqui a intenção é incluir todos de forma que se sintam pertencentes e vistos da forma que são e assim se desenvolvam de forma mais natural e leve. A escola deve ser um local de acolhimento e olhar para esta criança que está se desenvolvendo e escrevendo a sua caminhada. E não esqueça: “EU VEJO VOCÊ.”