Canela,

25 de fevereiro de 2024

Anuncie

Reunião define criação de comitê de segurança escolar

Compartilhe:

Foto: André Fernandes.

Forças de segurança e representantes da rede de educação estiveram reunidos na tarde de ontem (17)

A Secretaria da Educação, Esporte e Lazer (SMEEL) realizou na segunda-feira (17.4), uma reunião com diretores das escolas das redes de ensino de Canela: Municipal, Estadual, Particular e Terceirizada. Em parceria com a Brigada Militar de Canela, o encontro teve como objetivo tranquilizar os diretores e, por meio deles, a comunidade escolar sobre a questão da segurança no ambiente dos educandários. “É um momento que exige muita atenção, mas me tranquilizo ao ver toda essa mobilização da sociedade! Temos que criar planos estratégicos, pensando nas características de cada escola e comunidade”, comentou o prefeito Constantino Orsolin. Estiveram presentes autoridades e representantes da Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Conselho Tutelar e Comdica. “Sabemos que vocês estão na ponta e recebem questionamentos tanto das equipes quanto dos pais dos alunos que frequentam as escolas que vocês dirigem. O que peço a vocês é que lidem com essa situação de forma sábia, sem gerar mais temor” afirmou a secretária da Educação Janete da Silva Santos.

Representando a Brigada Militar, o comandante da Companhia de Canela, Capitão Ubirajara da Rocha Dill, destacou que o trabalho ostensivo em frente às escolas foi intensificado desde o último dia 5, quando ocorreu a tragédia em Blumenau. “Vamos manter esse policiamento enquanto for necessário”, disse. Já o delegado Vladimir Medeiros pediu cuidado com as ‘fake news’ e disse que as atenções da Polícia Civil estão voltadas para as escolas. “Temos que enfrentar essa situação, mas não temos nenhum indício de alguma ação prevista para acontecer aqui em Canela. Vamos seguir monitorando perfis e as redes sociais”, ressaltou Medeiros. O comandante do Corpo de Bombeiros, Tenente Miguel de Oliveira Souza, comunicou que também pretende disponibilizar viaturas para ficar em frente às escolas. “Vamos organizar um roteiro, mostrar que o Estado está presente e nos aproximar da rede escolar”, afirmou Miguel.

Para finalizar o encontro foi formado um comitê de segurança escolar formado por representantes da Secretaria de Educação, Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, escolas estaduais, escolas terceirizadas (Associação Educacional Cidade das Flores – AECF, Associação de Desenvolvimento de Projetos Educacionais, Culturais e Sociais – ADPECS e Associação Comunitária Educativa de Assistência à Infância – ACEAI), escolas de educação infantil particular (Risque e Rabisque, Flor de Mel e Toca dos Tocos) e particular (Marista e Coopec).

O primeiro encontro deste comitê deve acontecer na próxima semana na Secretaria de Educação com a intenção de discutir e implementar novas ações para restringir riscos de ocorrências dentro dos ambientes escolares.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Medidas da Secretaria de Educação para segurança nas escolas

Rede Municipal – 23 escolas, 10 de ensino infantil e 13 de ensino fundamental

  • Portões fechados e identificação de pessoas que precisam ter acesso à escola
  • Câmaras de segurança que são inspecionadas pelos guardas 24 horas na sala de monitoramento do Paço Municipal
  • Algumas já contam com auxílio de vigia e duas têm casas de policiais militares em seu pátio.
  • Contrato emergencial para mais 13 vigiais, para atender a demanda de todas as escolas da rede, em escala de 12 x 36
  • Cinco casas para policiais das forças de segurança serão construídas nas escolas do bairro Santa Marta, Dante Bertolucci (São Luiz), Ernesto Dornelles (Boeira), Bertholdo Oppitz (São Lucas) e João Alfredo ( Sesi).
  • “Ronda Escolar” apoio Brigada Militar
  • Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD, onde a questão da segurança também vai ser abordada nos encontros com os estudantes.
  • Agentes de Trânsito do Departamento Municipal de Trânsito
  • Reuniões para envolvimento de toda a comunidade escolar (alunos, pais, professores e técnicos), para assim criar um ambiente de maior tranquilidade para todos que fazem parte da rede municipal de ensino.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Missão da Brigada Militar neste momento:

  • Fone de emergência 190;
  • Fone de disque denúncia 181;
  • Não repassar Fake News em grupos;
  • O momento é de tranquilizar a comunidade em geral e principalmente a comunidade escolar.