Canela,

16 de julho de 2024

Anuncie

Fê Brandão

EU VEJO VOCÊ

Fernanda Rosa Brandão

EU VEJO VOCÊ – Qual tipo de professor você se identifica?

Compartilhe:

Professor (a)!

Gostaria de saber se você tem noção do quanto você é importante na vida dos seus alunos. Que mesmo sem demonstrar, esses seres humanos que passam pelas suas mãos se espelham nas suas atitudes e ensinamentos. Para ter certeza disso, basta se lembrar de quando você era menor, quais professores que te encantavam, que marcaram a sua vida escolar.

Vou te falar agora sobre os dois tipos de professores e quero que você descubra qual dos dois você mais se identifica.

Temos o professor (a) 95%: este tem orgulho de usar o mesmo caderno de planos de aula a muitos anos. Não se atualiza, não estuda, não busca se desenvolver ou se faz, acha nada interessante e diz que não é necessário. Reclama de tudo e de todos, e encontra um problema para cada solução e não ao contrário. Está insatisfeita onde está, porém não faz nada para mudar, acha que é uma árvore e tem raízes, por isso não pode sair do lugar. Aquela que coloca medo em todos.

Temos o professor (a) 5%: esta é a excluída, aquela que todos olham de forma atravessada, porque é a diferentona, a que está sempre buscando novidades para seus alunos e para ter uma aula atrativa. Não mede esforços para deixar marcas boas em seus alunos, ama ensinar e muitas vezes está sozinha, sem apoio, sim porque ser diferente dói, sair da zona de conforto não é fácil e não são todos que estão preparados para fazer este movimento diferente e corajoso. E é muito feliz fazendo diferente e sendo exemplo positivo.

• Siga Fernanda Brandão no Instagram

Agora pense no seu dia, e quais destes dois tipos você se identificou. Como adulto é preciso que tenha atitudes mais conscientes e ciente que tudo o que espalhamos recebemos de volta. Se não gostou do que descobriu aqui, você pode mudar e fazer diferente, pode buscar novas formas de influenciar de maneira mais atrativa seus alunos.

A maioria é 95%, se sentiu confortável nesta posição? Ou tem um pouco de cada?

Se pergunte se você como aluno, gostaria de ter você como professora. Isso é um termômetro para ter clareza de como anda sua postura e habilidades. A maioria está fazendo mais do mesmo e você pode fazer mais, sendo especial e diferente. Vão falar e reclamar de você, pois está se movimentando, tentando fazer algo de bom com aquilo que recebeu. Só recebemos críticas de quem está plantado, e ainda não percebeu que é um ser humano e não uma árvore.

Nascemos com muitas facilidades e as usamos pouco, por medo de ir além, medo do diferente, medo de não ser aceito, medo dos julgamentos. Só que ficar parado vai ser muito mais triste, você não tenta, não erra, não aprende algo novo. Quer ser este exemplo positivo que encoraja, investe e motiva seus alunos a irem além, em busca do novo e de algo melhor sempre?

Comece a pensar se você está sendo este professor (a) que gera interesse, que ama o que faz, que se dedica a fazer o diferente, que está disponível e aberto a escutar e ouvir seus alunos. E não esqueça: “EU VEJO VOCÊ”.