Canela,

8 de dezembro de 2023

Anuncie

Fê Brandão

EU VEJO VOCÊ

Fernanda Rosa Brandão

EU VEJO VOCÊ – Preciso falar da mulher que te deu a vida

Compartilhe:

Aquela que se arriscou para te dar uma grande oportunidade. Daquela que quer apenas o seu bem e fez o que pode e o que sabia para te criar, educar e levar para a vida. Ela é tão imperfeita quanto você. Ela fez o seu melhor, todos os dias para você ter uma vida diferente que ela. E mesmo assim falhou por muitas vezes e ainda vai falhar.

Se você precisa se reconciliar com sua mãe, por algum motivo, não espere que aconteça no cemitério. Não deixe ficar apenas na vontade da alma, faça acontecer em vida.

A relação com a mãe nos nutre, e quando não existe gratidão e aceitação, tudo que precisa de nutrição, simplesmente trava. Relacionamentos, prosperidade, a vida trava. E este movimento em relação a pessoa que te deu o que você tem de mais precioso, pode ser feito no coração.

Honrar e saber que você não tem como retribuir tamanho gesto de coragem, pois ela é grande perante você. Ela veio antes e possui mais experiências. Independente do que aconteceu, da mágoa que você alimenta sobre sua mãe, vou te sugerir um exercício rápido, apenas imagine: o rosto dela no momento atual e no lugar do corpo, um corpo de criança.

• Siga Fernanda Brandão no Instagram

Com esta imagem é possível perceber que ela também já foi uma criança e com certeza sentiu falta e cobrou seus pais por isso, culpou e julgou. É comum fazer isto, pois está olhando só pra si e querendo sempre mais do que lhe foi oferecido.

E após colocar sua mãe no lugar de criança, lembrar que ela também sofreu em algum momento, se sentiu não vista em outros, sentiu que poderia ter recebido muito mais. Então apenas olhe com amor para este ser humano, que fez o que pode para te proteger, te ensinar, de acordo com o que recebeu de seus pais.

É muito fácil fazer cobranças e julgar. Agora te pergunto, você já está neste lugar de mãe? Se está, tenho certeza que parou para refletir e ter empatia por ela. Vai se dar conta que você está na mesma situação, de ensinar, proteger, fazer o seu possível, e que talvez não seja suficiente no futuro.

Eu e você estamos fazendo o nosso melhor sempre, e nossas mães com toda certeza também, e esperam que façamos algo de bom com a vida que recebemos. Essa é a única forma de tentar retribuir algo de tão grandioso que recebemos, a nossa vida, FAZENDO ALGO DE BOM COM ELA.

No momento que tiver minha mãe no coração, consigo aceitar a mãe de cada aluno do jeito que é, sem julgamentos e críticas e isso é importantíssimo no processo ensino aprendizagem e dentro do ambiente escolar. A criança ama sua mãe de forma incondicional, e só se sente segura e pertencente a escola, quando a professora olha com bons olhos.

Este movimento de ter a mãe no coração, nos traz força e impulsiona nossos alunos para o mais, mais crescimento, mais aprendizado, mais amor, mais desenvolvimento. Então faça esse gesto, receba e doe esta força para quem está a sua volta. Experimente e vai sentir a mudança. E não esqueça: “EU VEJO VOCÊ.”