Canela,

22 de fevereiro de 2024

Anuncie

Polícia Civil de Três Coroas recupera objetos roubados de cônsul do Grêmio em Operação Pusillanimitas

Compartilhe:

Na manhã desta quarta-feira, (17), foi deflagrada Operação Policial coordenada pela Delegacia de Polícia de Três Coroas, sendo dado cumprimento a Diversas Ordens Judiciais, incluindo seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Igrejinha/RS e Taquara/RS.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Foram recuperados os objetos roubados do Cônsul do Grêmio em Três Coroas/RS, e apreendidos três veículos utilizados para logística do crime, além de materiais ligados a torcidas organizadas do Sport Clube Internacional, armas brancas, celulares e uma quantidade de maconha.

A ação teve a participação de Policiais Civis das cidades de Parobé, Taquara, Igrejinha, Riozinho, Rolante, delegacia regional de Gramado e Três Coroas. Os 22 policiais que participaram da ação foram coordenados pelo Delegado Francisco Leitão Helena.

RELEMBRE O CASO ⤵️

No dia 07 de maio, o Cônsul do Grêmio de Três Coroas, enquanto aguardava o transporte para assistir ao jogo Grêmio x Bragantino, foi covardemente abordado e agredido por dez indivíduos. O Cônsul estava sozinho e não teve qualquer chance de defesa. Os agressores, alguns inclusive munidos de cacetetes e bastões, roubaram o casaco, dinheiro, bandeira e boné do gremista e fugiram nos veículos em direção Igrejinha.

A vítima sofreu um corte profundo na cabeça, vindo a perder a consciência em razão do espancamento e foi socorrido ao Hospital de Três Coroas/RS, restando com cicatriz no rosto e diversas marcas da agressão.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Após a ação, os criminosos ainda postaram fotos e vídeos em redes sociais enaltecendo o que fizeram e exaltando os objetos da vítima como se fossem troféus. Após o crime, a Polícia Civil trabalhou rastreando imagens de câmeras de monitoramento e buscando identificar os responsáveis pelo ato, realizando a ação na presente data com objetivo de reunir maiores evidências para esclarecer o ocorrido e responsabilizar os autores.

Fotos: Reprodução/Polícia Civil