Canela,

1 de dezembro de 2023

Anuncie

Fê Brandão

EU VEJO VOCÊ

Fernanda Rosa Brandão

EU VEJO VOCÊ – O quanto estamos nos dias atuais “presente” e realmente observando e admirando as belezas da vida?

Compartilhe:

Na pandemia, onde ficamos presos em casa, com toda certeza passamos a ver coisas que estavam na nossa cara, porém não enxergava. Pequenas coisas e atos que foram valorizados, pois o medo da doença, da morte, de não saber sobre o novo dia, fazia aproveitar mais os momentos.

E agora após passar, toda a loucura o viver no automático voltou, a rotina corrida onde não estamos “presentes” e não valorizamos as pequenas coisas.

Muitos profissionais reclamam que estão perdidos e não sabem que direção seguir, estão sobrevivendo e não vivendo. E posso receitar aqui, um remédio que não tem custo e vai contribuir para uma melhora rápida e significativa.

CONEXÃO – Estar conectada consigo mesma, sentir, observar, viver e praticar todos os dias com intenção. Escutar uma música, com uma letra que tenha sentido e te eleve para coisas boas. Olhar imagens, paisagens, coisas belas, começando pelo mais simples. Tocar, sentir, observar texturas de diversas coisas e as sensações que trazem.

Essa conexão com as coisas simples que estão disponíveis de forma gratuita, é o começo para voltar pra si, virar a lanterna pra dentro e iluminar algo que está escondido e esquecido.

• Siga Fernanda Brandão no Instagram

A Pedagogia Sistêmica traz a leveza e a presença para o convívio em sala de aula, em casa, no trabalho, na família. E tudo isso vem através desta conexão comigo mesma e sentir que todos estão precisando serem vistos e ouvidos. E quando começo por mim este movimento, torna mais fácil fazer o mesmo com quem chega até mim.

É observar uma folha que caiu da natureza. Escutar o canto dos pássaros. Tocar as coisas e sentir beleza em tudo. A beleza nos encanta, nos estimula e nos dá esperança em dias melhores.

Quando um aluno vem me mostrar algo, quando vem me contar alguma coisa, quando me oferece alguma coisa, o quanto estou retribuindo com atenção e amor este gesto e observando a sua forma de agir. Tudo isso é possível quando esqueço de tudo que se passa lá fora e passo a “viver” cada momento e buscando sentido para tudo que acontece.

Uma fala, uma história de um aluno, pode se tornar uma aula, um conteúdo de forma genuína, quando estou atenta e aberta ao que se passa. Um episódio de briga pode se tornar uma aula bem interativa, quando uso os personagens para exemplificar aquilo que sentem.

Quando estou no momento presente posso fazer ganchos com o conteúdo pedagógico e assim mostrar de forma clara e prática como é a convivência, como somos diferentes, como temos opiniões diferentes.

Após uma briga na escola, posso pegar os alunos para saber como cada um se sente, como cada um pode fazer para compensar o dano que causou ao colega, ou seja, a vida é sistêmica, tudo está conectado e podemos usar para ensinar. Todos estamos conectados, um influencia na vida do outro.E não esqueça: “EU VEJO VOCÊ.”