Canela,

16 de junho de 2024

Anuncie

Chico

360 GRAUS

Francisco Rocha

Quando recebo xingamento nas redes sociais eu tenho uma certeza: fiz bem o meu trabalho

Compartilhe:

Confesso que não tenho lido os comentários nas nossas redes sociais, em especial no Facebook. Claro que nossa equipe lê. Nesta segunda, a nossa repórter me chamou atenção para os comentários negativos na postagem da minha coluna da última semana e aí fui ver do que se tratava.

Dois ou três leitores contestaram o que eu escrevi a respeito das goteiras do Ginásio na Santa Marta, um deles disse que não conheço lá, outro que eu só falo bobagem e um terceiro me acusou de preconceito com a Santa Marta.

Tivesse eu preconceito com a Santa Marta, minha família não jogaria no Ginásio (pagando horário). Não conheceria o Ginásio, de fato, se minha família não jogasse lá e eu mesmo já não tivesse jogado lá, assim como meu filho joga em outo ginásio do município e eu mesmo tenho um horário, há anos, em outra escola municipal.

Mas nós temos que ficar gratos com a estrutura que lá foi colocada, porque foi um favor do poder público e não pagamos impostos para isso. Também não podemos reclamar da fraca política pública de incentivo de esportes em Canela, pois é um sacrilégio com nossos horados políticos (coloca na conta aí os últimos 26 anos, os quais eu acompanho).

O problema é que o burro é sempre o jornalista e a culpa é sempre da imprensa.

O cara comete um assalto, a imprensa noticia. A culpa é da imprensa e o bandido ainda vai te processar por danos morais.

Um político é preso por corrupção, a imprensa divulga, a culpa é da imprensa e o jornalista ainda recebe ameaças.

Um outro, que deveria usar seu cargo para ajudar as pessoas, usa para benefício próprio. A imprensa divulga, a culpa é da imprensa e ainda mandam tocar fogo na redação.

Um político não faz bem a sua função. A imprensa divulga, a culpa é da imprensa e os eleitores e cabos eleitorais ficam nervosos.

Os caras constroem um ginásio que tem goteiras, as rodadas são canceladas, a culpa é do jornalista que tem preconceito e deveria, para se redimir dos seus pecados, subir no telhado e arrumar ele mesmo, ou fechar os olhos para os problemas.

É verdade que o Ginásio Carlinhos da Vila (grande acerto no nome) recebeu melhorias como iluminação de Led, Banheiros e vestiários, arquibancadas e por aí vai. E que bom que foi na Santa Marta. E que bom que o economato do ginásio é competente e bom também que o DMEL está tocando o calendário. Aliás, que grande início de sub 15. Parabéns ao Cristiano, ao bonito e a todos os times participantes.

Seria melhor ainda que o ginásio não tivesse goteiras, que entorno já estivesse pronto e tudo isso fosse entregue lindamente aos atletas e à comunidade. Seria lindo e teríamos ainda mais orgulho do Ginásio da Santa Marta.

Mas não foi, a imprensa divulga e a culpa é da imprensa.

Os comentários estão lá, no Facebook, na minha coluna da semana passada. Não vou deletar, não banir, nem ocultar. Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las. Porém, às vezes, as pessoas deviam prestar mais atenção no que leem e no que falam.

Para finalizar, quando critico uma situação, a intenção é melhorar algo para a comunidade. Claro que sempre vai ter alguém ofendido e me xingando, mas prefiro ficar com a sensação como a que tive quando uma leitora passou aqui em frente à redação, na tarde de hoje, deu boa tarde e disse que sempre lê minha coluna, fazendo sinal afirmativo com a mão.

É por isso que quando recebo xingamento nas redes sociais eu tenho uma certeza: fiz bem o meu trabalho, ao menos fiz as pessoas notarem algo e pensarem a respeito.

P.S.: O Face não distingue comentário negativo de positivo, assim, até os negativos aumentam o engajamento e fortalecem nossa rede social.