Canela,

18 de abril de 2024

Anuncie

Executivo canelense entrega projeto para ampliação da sede do SSMC

Compartilhe:

Complexo engloba um salão de festas, playground e uma quadra poliesportiva com vestiários

A Administração Municipal de Canela, representada pelo então prefeito em exercício Jefferson de Oliveira e pelo secretário de Governança, Jonas Bohn Bernado, esteve na sede do Sindicato dos Servidores Municipais de Canela (SSMC), na semana passada, para uma reunião com a presidente da entidade, Carini Müller Pereira. Na ocasião, o Poder Executivo apresentou o projeto para ampliação da estrutura da sede do sindicato, que inclui a construção de um novo complexo com salão de festas e eventos com capacidade para até 50 pessoas, um playground e quadra poliesportiva com vestiários. A demanda partiu do próprio SSMC e o projeto foi desenvolvido pelo arquiteto João Bazacas, que integra a equipe da Central de Projetos e Planejamento da Prefeitura de Canela.

A presidente do sindicato, Carini Müller Pereira, destaca que a proposta é oferecer aos associados um espaço menor do que aquele já existente, seja para receber eventos familiares, confraternizações ou reuniões de equipes e departamentos da Prefeitura. “Teremos uma estrutura completa em um espaço intimista, com mais opções e serviços disponíveis aos sócios”, projeta Carini, destacando que a intenção é iniciar a obra no 1º semestre de 2024 e que a construção será executada com recursos próprios do SSMC. “Agora vamos dar início a todos os trâmites burocráticos necessários”, informa a presidente.

ESTRUTURA COMPLETA

O arquiteto João Bazacas ressalta que ao todo o novo salão de festas terá 150m² de edificação construída, incluindo os vestiários da quadra poliesportiva, além de espaço com cozinha gourmet e churrasqueira. Já a quadra de esportes terá 432m². “É um orgulho e uma honra poder contribuir com o sindicato e com a categoria dos servidores municipais, que literalmente carregam a nossa cidade oferecendo os mais diversos e importantes serviços à população”, comentou o então prefeito em exercício, Jefferson de Oliveira.

Foto: André Fernandes