Canela,

18 de maio de 2024

Anuncie

UCS lança curso superior de Tecnologia em Gestão de Cooperativas evidenciando história e propósitos do cooperativismo

Compartilhe:

Evento terá palestra com o presidente do Conselho de Administração da instituição financeira cooperativa Sicredi Pioneira, Tiago Luiz Schmidt

O novo curso de Gestão de Cooperativas, da Universidade de Caxias do Sul, será apresentado formalmente em evento no Salão de Atos da Reitoria (Bloco A do Campus-Sede), na quinta-feira, 29 de junho, às 17h. O momento terá a palestra Cooperativismo: uma História com Propósito, com o presidente do Conselho de Administração da instituição financeira cooperativa Sicredi Pioneira, Tiago Luiz Schmidt, administrador de empresas especialista em Gestão de Cooperativas e Governança Corporativa. O profissional também é vice-presidente da Casa Cooperativa de Nova Petrópolis, membro da Comissão Especial de Estudos em Direito Cooperativo da OAB/RS e do Conselho de Ética da Organização das Cooperativas do Rio Grande do Sul (OCERGS/RS).

Oferecida na modalidade a distância, no conceito UCS Digital, a graduação em Gestão de Cooperativas estimula a participação ativa dos alunos e o networking em comunidades virtuais para além dos encontros on-line, que se somam a experiências presenciais imersivas possibilitadas em todas as unidades universitárias, visitas técnicas e viagens de estudos. De curta duração, o curso possibilita a conquista do diploma em dois anos.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

As inscrições já estão abertas para o vestibular em processo seletivo contínuo.

Tecnologia em Gestão de Cooperativas
Para qualificar profissionais para a criação, planejamento e implementação de empresas cooperativas, o curso superior habilita para a aplicação de técnicas estratégicas de gestão, planejamento de recursos e processos, bem como legislação compatível com os ramos do cooperativismo.

Em um mercado aquecido, especialmente na região Sul do Brasil, onde concentra expressivo número de associados, o cooperativismo está presente em segmentos diversos, como agropecuária, consumo, crédito, infraestrutura, saúde, trabalho, produção de bens, serviços e transporte. A formação qualifica para atuar no modelo econômico que tem na pluralidade de ideias, opiniões e visões o eixo principal para inovar e transformar a realidade.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Com destaque para a prática, as aulas enfocam a criação de projetos e oportunizam networking. Dentre as dinâmicas, a coordenadora do curso, Claudia Mara Sganzerla, destaca a experiência intensa e imersiva no modelo de bootcamp (campo de treinamento). “Além das atividades assíncronas e das aulas ao vivo, as práticas presenciais com produção real, resolução de problemas e construção de projetos atendem às diferentes ações do profissional cooperativista”, conclui.