Canela,

18 de junho de 2024

Anuncie

Polícia Civil deflagra operação de combate ao tráfico de drogas e medicamentos

Compartilhe:

A solicitação partiu da Secretaria de Saúde de Gramado, após notarem movimentação atípica na compra de Zolpidem

Na manhã de quinta-feira (27), a Polícia Civil desencadeou uma operação policial de repressão ao tráfico de drogas e medicamentos na cidade de Gramado. Na oportunidade, foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, três em Gramado e um em Canela.

A investigação iniciou a partir de solicitação da Secretaria de Saúde/Vigilância Sanitária do Município, que apurou movimentações atípicas em compras de medicamento de controle especial, no caso específico, do medicamento Hemitartarato de Zolpidem, droga que vem tendo seu uso desvirtuado, sendo usada para fins recreativos e até mesmo criminosos, pois causa apagões e alucinações, bem como dependência.

Conforme apurado, atualmente, a referida droga tem sido usada por público frequentador, especialmente, de festas rave e de música eletrônica.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Na residência de um dos investigados, no Bairro Piratini, em Gramado, além do referido medicamento zolpidem, também foi apreendida relevante quantidade de maconha, uma balança de precisão e outros objetos e documentos pertinentes à investigação.

Também foi cumprido mandado de busca em uma imobiliária, onde o investigado é sócio, localizada no centro de Gramado, mas nada ilícito foi encontrado no local. O suspeito, que já foi investigado por suposto envolvimento no tráfico de drogas sintéticas, foi preso em flagrante e encaminhado ao sistema prisional.

Em outro imóvel, a Polícia Civil apreendeu comprimidos do medicamento zolpidem, bem como equipamentos de informática, que serão periciados. No local estava o companheiro da mulher investigada, que não estava na residência, apurando-se que estava em viagem a outro Estado. O homem foi ouvido e liberado, pois não havia informações sobre seu envolvimento na atividade criminosa.

Também é investigada por envolvimento no esquema de comércio do medicamento zolpidem a ex-namorada do homem preso em flagrante, a qual também não estava em casa no momento da diligência.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Conforme a Polícia Civil, o próximo estágio da investigação será a apuração da forma como as pessoas investigadas conseguiam as receitas para adquirir o medicamento. Segundo levantamento da Vigilância Sanitária de Gramado, em cerca de três meses, foram adquiridos mais de dez mil comprimidos do medicamento zolpidem, evidenciando, claramente, que havia comercialização ilícita do produto, altamente perigoso se consumido sem supervisão médica e em grandes quantidades.

A prisão foi realizada pela Delegacia de Polícia de Gramado, responsável pelas investigações, com apoio da Delegacia de Polícia Regional, bem como das Delegacias de Polícia de Canela e Três Coroas.