Canela,

19 de junho de 2024

Anuncie

Operação de repressão ao narcotráfico é deflagrada pela Polícia Civil em Canela e Gramado

Compartilhe:

Na manhã de hoje (3), a Polícia Civil realizou uma operação de repressão qualificada ao narcotráfico, nas cidades de Gramado e Canela. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva, em investigação que apurou a atuação de grupo criminoso na venda de drogas pela modalidade de tele-entrega.

Na ação, a Polícia Civil logrou prender o líder do grupo criminoso, que estava em sua casa, no Bairro Saiqui, em Canela.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Em cumprimento ao mandado de busca no local, foram apreendidas relevantes quantidades de cocaína e maconha, além de uma pistola, calibre 9mm/380, com numeração adulterada, diversas munições de calibre 38, caderno com a contabilidade do tráfico, celulares, dentre outros objetos. Ainda, foi apreendido um veículo Ford/Fusion, pela suspeita de uso na atividade criminosa.

O suspeito, além de ter sido preso em decorrência do mandado judicial, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito.

O outro investigado foi preso no Bairro Tiririca, também em Canela. Em seu poder foi apreendida pequena quantidade de droga, uma balança de precisão e celulares. As investigações apontam que este suspeito era subordinado ao homem preso no Saiqui, atuando diretamente nas entregas de drogas aos usuários.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Ainda, segundo a Polícia Civil, há outros integrantes do grupo criminoso sob investigação. Por fim, ressalta-se que embora tenham residência em Canela, os homens presos hoje também atuavam na venda de drogas em Gramado, o que ensejou a investigação que fundamentou a representação pelas medidas judiciais, acolhidas pelo Poder Judiciário, com parecer favorável do Ministério Público.

Após os trâmites legais, os suspeitos foram recolhidos ao sistema prisional.

A ação foi realizada pela Delegacia de Polícia de Gramado, responsável pelas investigações, com apoio da Delegacia de Polícia Regional de Gramado e da Delegacia de Polícia de Canela.