Canela,

17 de junho de 2024

Anuncie

Leo de Abreu

VIRE O MATE

Leo de Abreu

VIRE O MATE – UNS VERSINHOS PRA LEMBRAR

Compartilhe:

Quem adiante sem rumo, faz da vida tapera,
Morre sem nome, a sua existência erra!

Quem ao mundo se cala, não chia nem berra,
Não conhece a si mesmo, sem começar se encerra!

• Siga Léo de Abreu no Instagram

Quem não sente o vento, que contra o rosto é fera,
Por não se ter por livre, só faz peso na terra!