Canela,

10 de abril de 2024

Anuncie

Coro Juvenil do Moinho/UCS celebra primeira década com programação cultural

Compartilhe:

Foto: Maurício Concatto

Entre agosto e dezembro, mês do aniversário, grupo realiza exposição, encontro de coros, concerto e sarau

Em 2023, o Coro Juvenil do Moinho/UCS (COJmo) completa 10 anos e para celebrar o grupo organizou uma programação cultural que ocorre de agosto a dezembro. A ideia é comemorar o trabalho e a contribuição do Coro para a comunidade, incentivando reflexões sobre potencialidades, conceitos e a vida cultural e artística. A primeira atividade festiva se inicia nesta quinta-feira, 10 de agosto, a partir das 19h, no Campus 8 da Universidade de Caxias do Sul com entrada gratuita. A visitação segue aberta ao público de 11 a 25 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h30min.

A exposição 10 Anos do Coro Juvenil do Moinho/UCS busca alinhar os conceitos históricos, estéticos e artísticos a partir dos materiais produzidos ao longo de sua história. A mostra, que tem curadoria da professora da UCS Aline Fagundes, conta com o envolvimento da diretora artística e regente do COJmo, Cristiane Ferronato, do designer Vini Agliardi, do fotógrafo Maurício Concatto e do editor de vídeos Michel Kriger, além de uma equipe de cantores-produtores.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Ao longo deste semestre, o grupo também projeta a realização do 3º Encontro de Coros, neste mês de agosto, do Concerto de 10 Anos do COJmo, em outubro, e do 4º Sarau COJmo, em dezembro.

A dissertação de Mestrado da regente, intitulada Moinhos Artistadores de Histórias, que partiu das vivências no Coro, ajuda a contextualizar a magnitude desses eventos e consolidar a presença do COJmo no cenário brasileiro de corais. A pesquisa comprova o potencial da arte de acionar transformações profundas na sociedade, ampliando as consciências de si e dos outros, quando é desenvolvida em condições ideais e cuidadosas, com conceitos profundos e parcerias consistentes. “A gente sempre convida o público a expandir essas sensações em nossas apresentações”, afirma Cristiane. “O Coro do Moinho está ultrapassando as fronteiras de Caxias do Sul.   Pessoas de outras cidades e estados têm visto o trabalho desenvolvido como uma produção de referência artística e cultural”, complementa.

Programação Cultural

Além da exposição 10 Anos do Coro Juvenil do Moinho/UCS, que reúne figurinos, fotos, vídeos e outros materiais gráficos, ainda no mês de agosto ocorre o 3º Encontro de Coros, no dia 26, às 20h, na Sala de Teatro Valentim Lazzarotto do Espaço Cultural Ordovás. Serão realizadas apresentações do COJmo, do Madrigal Presto, de São Leopoldo, e dos Grupos UPA Jovem e UPA!, de Porto Alegre, com entrada gratuita.

Nos dias 28 e 29 de outubro, o Teatro Municipal Pedro Parenti sedia o Concerto de 10 Anos do COJmo, com concepção, regência e coordenação de Cristiane Ferronato, participação dos músicos Giovane Albarello e Julio César Sosnoski e figurinos de Julia Webber. O programa vai contemplar um mosaico de canções que marcaram a trajetória do Coro Juvenil do Moinho/UCS e outras arranjadas especialmente para o concerto. Também devem compor o repertório canções dos espetáculos “Tanto Mar”, “Saltimbancos”, “Contrapontos” e “Moinho Nômade”. Os ingressos serão vendidos a preços populares.

No dia 14 de dezembro será vez do Zarabatana Café receber o 4º Sarau COJmo, com horário a definir. A apresentação aberta ao público encerrará o circuito celebrativo com músicas cantadas pelo coro e apresentações solo, em duplas e em pequenos grupos. A proposta é de um encontro com diversas atrações, incluindo dança, performance de beat box, intervenções poéticas e músicas autorais.

O projeto de 10 anos do Coro é financiado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Caxias do Sul – RS e conta com o apoio cultural da Racon Consórcios, do Instituto Elisabetha Randon e da Tondo S.A/Orquídea, entre outros apoiadores e artistas convidados.

Saiba mais sobre a programação no Instagram do Coro Juvenil do Moinho/UCS: @corojuvenildomoinhoucs.

História

Criado em 18 de dezembro de 2013, o Coro Juvenil do Moinho/UCS surgiu a partir de um coro que encerrou as atividades, reformulado para seguir atuando de forma autônoma, com ensaios no ponto de cultura Teatro Moinho da Estação. O espaço, na antiga Estação Férrea de Caxias do Sul, deu nome ao novo grupo.

“Moinho – um termo referente aos artefatos utilizados no trabalho humano como potencializadores de ações, tarefas e facilitadores da vida – é geralmente movido à água e vento, e a nossa voz também é assim”, conceitua a diretora artística e regente do COJmo, Cristiane Ferronato, ao explicar a associação terminológica com significação real. “Nos tornamos um moinho de gente, de pessoas que, conectadas, movem energias transformadoras”.

A regente também avalia como consistente, cuidadoso e profissional o trabalho desenvolvido. “O engajamento do elenco e a afinação desses afetos andam junto com as afinações dos sons. Essa zeladoria dos afetos, dos enlaces, do respeito mútuo e do ouvir o outro para se ouvir melhor é bem importante para mantermos as nossas características”, afirma.

O coro, que iniciou as atividades com aproximadamente 20 integrantes, dobrou de tamanho e hoje conta com uma média de 40 cantores, além do percussionista Giovane Avarello, do pianista Julio César Sosnoski e diversos outros artistas convidados. O COJmo é um grupo independente que investe em uma prática coral multifacetada e oferece atividades gratuitas a cantores entre 15 e 30 anos, com ou sem experiência.

A atuação ocorre com o apoio de leis de incentivo e institucional da Universidade de Caxias do Sul. Os ensaios regulares são realizados na Escola de Música da UCS, no Campus-Sede, e as atividades incluem oficinas de prática coral e consciência de si sob uma abordagem interdisciplinar.

Na trajetória, os espetáculos “Contrapontos”, com estreia em 2017, e “Moinho Nômade”, de 2019, se destacam. O primeiro, que ficou em cartaz por cinco anos, gerou grande visibilidade e ampliação do elenco. O segundo teve a participação da cantora Lenna Bahule e foi reapresentado de forma virtual em 2022. Há projeção de que o espetáculo seja remontado para 2024.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Serviço

O quê: Programação cultural em comemoração aos 10 anos do Coro Juvenil do Moinho/UCS

Quando e onde:
Exposição 10 Anos do Coro Juvenil do Moinho/UCS
Abertura dia 10 de agosto, a partir das 19h, no Campus 8 da UCS, com entrada gratuita. Visitação de 11 a 25 de agosto, de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h30min;

3º Encontro de Coros
26 de agosto, às 20h, na Sala de Teatro Valentim Lazzarotto, no Espaço Cultural Ordovás, com entrada gratuita;

Concerto de 10 Anos do COJmo
28 e 29 de outubro, às 20h, no Teatro Municipal Pedro Parenti, com ingressos a preços populares;

4º Sarau COJmo
14 de dezembro, com horário a definir, no Zarabatana Café, com entrada gratuita.