Canela,

19 de julho de 2024

Anuncie

Cabelo

OPINIÃO FORTI

Márcio Diehl Forti

OPINIÃO FORTI • Reunião ACIC/Câmara sobre o Parque do Palácio

Compartilhe:

Participei semana passada de uma reunião na Câmara Municipal de Vereadores. No local estavam os vereadores Jeronimo, Vellinho Pinto, Carmem, Carla, Caputo e Emília. Outros edis acabaram não comparecendo. Pela ACIC estiveram presentes o presidente Maurício Boniatti, o Angelo Macedo, a Carlise e a Amanda da Brocker e o Renato do Alpen.

A Câmara julgou importante a opinião da Associação e foi uma pena que alguns vereadores não foram. O assunto era a concessão do Centro de Feiras em permuta a uma construção de centro de Convenções no Parque do Palácio.

No debate fica claro que não foi apresentado um projeto consistente por parte do atual governo acerca das muitas questões que ainda precisam ser entendidas. Fluxo de trânsito, impacto ambiental, tamanho do centro, infraestrutura necessária para potencializar o local e a capacitação da empresa que vai construir o mesmo.

Diversas questões foram levantadas, principalmente pelo Renato que tem um estudo consistente sobre o tema. A Carlise e a Amanda responsáveis pela parte de eventos da Brocker foram claras que nossa cidade e região precisam de um centro de convenções/eventos, mas também entendem que tudo precisa ser amplamente debatido.

• SIGA O MÁRCIO NO INSTAGRAM

Da parte dos vereadores ficou claro, ao menos pelos que estavam presentes, que muita coisa está pendente para terem uma tomada de decisão consistente. Acredito que a nova audiência pública que deverá ser marcada será bastante belicosa, novamente e infelizmente. O governo estadual deveria mandar representantes que esclarecessem a situação do gravame que obriga a município a construir o centro ali. Existe forma de retira-lo? É de interesse do estado retomar o Parque do Palácio caso não seja feito? Se tiver que fazer, tem como estender o prazo, para o projeto ser melhor discutido?

E os outros cinco vereadores que não estavam presentes, tem dúvidas também? E se a votação for apertada, alguns titulares voltarão aos seus postos? Se sim, eles estão inteirados sobre o que implicará o seu SIM ou NÃO? As dúvidas de todos são gigantes e se sou o governo pensaria melhor no que fazer?

Nossa cidade tem tudo muito centralizado e o novo centro de convenções estaria no mesmo eixo. Em um pequeno centro estão localizados prefeitura, câmara, fórum, promotoria, cartório eleitoral e defensoria pública. Os bancos também estão concentrados na área central.  

É necessário para ontem que novas áreas sejam fomentadas para receber diversos serviços e espaços. Porque não se estuda a viabilidade de um centro de Convenções na área do Cassino? O terreno do centro de feiras não poderia receber um moderno Centro Administrativo que reuniria todas as secretarias e diversos serviços, diminuindo drasticamente o custo com alugueis de imóveis de terceiros? É preciso refletir e muito sobre não apenas o novo centro de Convenções, mas também sobre o futuro do eixo nervoso da nossa cidade.