Canela,

10 de abril de 2024

Anuncie

Cabelo

OPINIÃO FORTI

Márcio Diehl Forti

OPINIÃO FORTI • O Futebol e a Política

Compartilhe:

Todo mundo sabe que gosto pra caramba de futebol e sou muito colorado, diferente do nosso diretor Chico, gremistão dos mais fanáticos. Mas enfim não quero grenalizar o espaço senão o “capo” me mandará e-mails desaforados.

A verdade é que em certos momentos, falando em futebol, que existem coisas que parecem óbvias desde o momento que o time é escalado. Quando o Mano Menezes estava no Internacional eu olhava algumas escalações e estratégias que ele moldava para o time e via na hora que não iria dar certo. Colocava linhas baixas, esperava demais pra reagir, fazia substituições erradas e ainda achava que no final de tudo estava certo. Muitas vezes não estava.

Digo isso porque na noite desta última segunda-feira a câmara de vereadores optou por arquivar a proposta do executivo de permutar o centro de feiras em troca de um centro de eventos a ser construído no Parque do Palácio. Quem conhece um pouco dos meandros e bastidores políticos de Canela sabe que seria difícil esse projeto ir adiante. Seriam diversas barreiras a serem ultrapassadas e o desgaste já estava gigantesco. O governo Constantino tem muitos acertos, ganhou diversos “jogos”, mas neste escolheu mal as peças e saiu derrotado. Desde o início com aquela audiência pública se via que os caminhos seriam tortuosos. Os vereadores a favor não tinham argumentos plausíveis para defender o projeto. Os secretários escalados para a linha de frente em certos momentos pareciam constrangidos em debater e o ex vice-prefeito, Gilberto Cézar acabou fazendo um favor em um primeiro momento ao governo retirando o projeto da linha de frente.

• SIGA O MÁRCIO NO INSTAGRAM

Não adiantou. Se sentindo afrontado pelo, agora, opositor Constantino Orsolin retomou a questão e de novo tentou fazer o que queria desde o início. Nova derrota e desta vez com votos da situação. Chegou o momento de admitir que é necessário um maior diálogo e sim, ouvir a comunidade. Existirão outros desafios até 2024 e nosso prefeito pode ainda buscar outras estratégias para vencer jogos importantes e deixar a comunidade feliz.

Em tempo, Gilberto Cézar hoje está compondo o governo Eduardo Leite, ainda não entendi o porquê de não haver diálogo entre todas as partes sobre o tão falado gravame.

Palmas para as mulheres

Carmen Seibt e Carla Reis tiveram grande destaque no debate e na rejeição do projeto. Carmen pela postura e pelo relatório feito na CCJ. Carla por procurar escutar diversos setores da sociedade e ter votado com sua convicção, independente de pertencer a base do governo. Aliás ambas já foram secretárias do governo e isso só demonstra que a costura política não estava bem amarrada. Saem ainda maiores do que entraram na câmara.