Canela,

16 de abril de 2024

Anuncie

Morte de influencer em Gramado levanta suspeitas de óbito em decorrência de overdose

Compartilhe:

A Polícia Civil investiga o caso

A trágica morte da influenciadora digital Larissa Borges Almeida, de 33 anos, chocou a região e seguidores, gerando especulações sobre as circunstâncias que levaram ao óbito. Larissa faleceu uma semana após passar mal durante uma festa na cidade, o que levanta a suspeita de uma possível overdose de drogas. A Polícia Civil está investigando o caso para esclarecer as causas exatas da morte.

Natural de Brasília, Larissa estava visitando a charmosa cidade serrana na companhia de seu namorado quando o incidente ocorreu em 20 de agosto. Ela passou mal após participar de uma festa e foi imediatamente encaminhada ao Hospital Arcanjo São Miguel. No entanto, sua condição piorou e ela faleceu uma semana depois, na madrugada dessa segunda-feira.

O delegado Gustavo Barcellos, titular da 2ª Delegacia de Polícia Regional do Interior, confirmou que a ingestão de drogas está sendo investigada como possível causa da morte de Larissa. O namorado da influenciadora admitiu à polícia que Larissa havia consumido drogas sintéticas e bebidas alcoólicas antes de passar mal. Mesmo sem os resultados dos exames de necropsia, as suspeitas recaem sobre o consumo dos entorpecentes MDMA ou ecstasy somado a ingestão de bebidas alcoólicas como possíveis causas da tragédia.

Larissa Borges Almeida contava com uma audiência de mais de 28 mil seguidores em suas redes sociais, onde compartilhava postagens inspiradoras relacionadas a exercícios físicos e alimentação saudável. Sua morte prematura deixou fãs e seguidores em choque, levando muitos a reavaliar a importância de cuidar da saúde de maneira responsável.

Além das especulações em torno das circunstâncias da morte, a família de Larissa publicou uma nota em sua conta no Instagram, pedindo auxílio para financiar o translado do corpo. A comoção gerada por sua morte destaca a influência que as mídias sociais têm na vida das pessoas e como a tragédia pode ser compartilhada de maneira virtual.

Enquanto a investigação continua, a comunidade online de Larissa e a população local em Gramado permanecem ansiosos por respostas definitivas sobre o trágico evento que tirou a vida da jovem influenciadora digital.

Foto: Reprodução/Instagram: Larissa Borges