Canela,

19 de junho de 2024

Anuncie

Cabelo

OPINIÃO FORTI

Márcio Diehl Forti

OPINIÃO FORTI • Era Massa

Compartilhe:

Eu lembro quando eu estudava no Marista. Tinha que saber cantar o hino, tinha que saber o mínimo de história do nosso país. Quem proclamou a república, quem assinou a lei áurea, republica velha, revolução de 1930 e por aí vai.

Na real parecia que éramos um pouco obrigados a sermos patriotas, mas no fundo era interessante saber da história do nosso país. Óbvio que tem muita coisa mal contada, assim como tem coisa que aconteceu e não, não olhem com viés de esquerda ou de direita. Ainda acho legal ter orgulho de ser brasileiro independente de ter apertado um número qualquer na urna eletrônica.

Era massa ver os desfiles de sete de setembro e até participar dos mesmos. A Felisberto cheia, os colégios faziam questão de participar, os pais te falavam da importância de tu ir. Era massa mesmo.

• SIGA O MÁRCIO NO INSTAGRAM

Sabem o que eu não achei massa? 115 mil reais empenhados para um desfile cívico em um momento aonde fica claro que temos outras prioridades. Eu tenho certeza que esse montante não é necessário para fazer um grande evento. Tem que investir? Quanto? 15, 20 mil? Até acho que possa acontecer, ademais, neste momento é um acinte com a população.

Que fique claro que não questiono a capacidade da empresa que ganhou a licitação e tampouco duvide do processo. Mas que ficou feio, isso ficou!

Grata Surpresa

Confesso que achava o suplente de vereador Paulo Ricardo “Gordo” uma figura de rede social. Sempre histriônico, com opiniões superlativas e muitas vezes parecia um personagem. Paulo assumiu uma cadeira pelo MDB nos últimos dias e tem se saído muito bem nas suas falas. Diferente de muitos que adoram o microfone pra fazer média e muitas vezes acabam nem sabendo a real função de um edil, Paulo “Gordo” tem feito manifestações coerentes, cobrando quem deve ser cobrado e até se posicionando de forma contraria a alguns de seus pares de bancada. Ponto positivo a ser analisado, inclusive por outros partidos interessados em fortalecerem suas nominatas.

Sobre a Educação

Saiu o novo IMERS, Índice Municipal da Educação do Rio Grande do Sul. Canela ocupa apenas a posição de número 326 no ranking. Para efeitos de comparação: Gramado: 161, São Francisco de Paula: 246, Igrejinha: 84, Nova Petrópolis: 35 e Três Coroas 196.

Nas proximidades estamos na lanterninha entre as cidades no quesito educação. Complicada a coisa!