Canela,

16 de junho de 2024

Anuncie

Fê Brandão

EU VEJO VOCÊ

Fernanda Rosa Brandão

EU VEJO VOCÊ – Se não aprendi, como vou ensinar isto aos meus filhos?

Compartilhe:

Acompanhando várias mães e suas rotinas em família, e é possível identificar a dificuldade de lidar, entender e saber como agir diante de alguns comportamentos das crianças. Isso é mais comum do que imagina, porque fomos ensinadas a não demonstrar e não sentir o que se passa conosco. “Engole este choro”, “vou te fazer chorar com vontade”, “menino não chora”.

A partir disso, não sei identificar e muito menos como me regular perante sentimentos e sensações que o meu corpo demonstra e muito menos com o outro. Se não aprendi, como vou ensinar isto aos meus filhos e crianças que estão a minha volta?

Aqui a importância do autodesenvolvimento e observação para entender porque reajo de tal forma, perante tal situação. Essa história de me conhecer não é bobagem e perda de tempo e sim um enorme investimento no meu bem maior que é a minha vida. São centenas, milhares de dias e horas que vou conviver comigo e isto é um motivo suficiente para me olhar com mais carinho e amor.

Quando entendo que posso ficar triste, posso chorar, posso não estar bem todos os dias…isso me liberta das cobranças, que na maior parte do tempo sou eu mesma que estou me chicoteando e não me permitindo relaxar. Entender que hoje sou adulta e sou responsável pelos meus atos, me garante que possa aprender a lidar com o que sinto e também ter empatia com meus filhos e crianças a minha volta.

• Siga Fernanda Brandão no Instagram

Toda birra, choro, mordida, briga, irritação de uma criança está mostrando que ela está pedindo socorro, no sentido de que me olhem, estou precisando de algo, estou com alguma necessidade. E pode ser várias coisas, desde apenas um colo, um abraço, ser vista, ser acolhida, está com fome, está com sono, está com dor…

O passo importante aqui é identificar e aos poucos entender este ser humano que sabe esta única forma de demonstrar, de pedir atenção. Lembra de alguma vez quando era criança, que só queria um colo, atenção, amor? Pois bem, qual foi a forma que você fez para demonstrar? Cada um tem seu jeito, todos somos diferentes, aí a importância de ensinar nossos pequenos os sentimentos e emoções.

As Oficinas das Emoções são importantes, pois incentivam a conhecer cada sentimento e como lidar quando ele chega. Identificar e desenvolver suas capacidades e habilidades diante de uma sensação que insiste em chegar em algum momento durante o dia.

De forma lúdica e divertida promove uma busca saudável, onde a criança aprende a nomear e expressar o que sente de forma saudável. Quando temos a oportunidade de inserir estas descobertas nas nossas crianças, ganhamos com um convívio mais calmo, harmônico e leve para todas as partes envolvidas.

As crianças quando bem cuidadas e ensinadas a cuidar das suas emoções, são a base para um adulto mais saudável. Como uma casa, as crianças são a base, o alicerce, o que precisa estar mais firme para que se sustente por muito tempo. E não esqueça: “EU VEJO VOCÊ.” Visite minhas redes sociais.