Canela,

14 de julho de 2024

Anuncie

Brigada Militar promove conscientização sobre a Lei Maria da Penha em escolas de Gramado e Canela

Compartilhe:

No dia 27 de novembro, a Brigada Militar realizou palestras nas escolas de Gramado e Canela, abordando a temática da Lei Maria da Penha. Essa iniciativa integra a Semana Maria da Penha nas escolas do Rio Grande do Sul, que se estende até o próximo dia 30.

A Semana Maria da Penha nas Escolas é um evento anual ocorrendo na última semana de novembro em todo o Estado do Rio Grande do Sul. Ela engloba tanto escolas públicas quanto privadas, visando aumentar o entendimento da comunidade escolar sobre a Lei Federal nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, conhecida como Lei Maria da Penha. O evento também busca promover reflexões sobre o combate à violência contra a mulher, conscientizando alunos, professores e demais membros da comunidade escolar sobre a importância do respeito aos direitos humanos. Isso inclui a prevenção e a mitigação das práticas de violência contra a mulher, além de esclarecer a necessidade de denúncias efetivas nos órgãos competentes, onde quer que ocorram.

Em Gramado, pela manhã, a Sargento Jaqueline Angelin ministrou a palestra na Escola Ramos Pacheco, localizada no Bairro Floresta, para aproximadamente 270 alunos do ensino médio, distribuídos em 11 turmas.

Já em Canela, foram realizadas duas palestras. O Soldado Marcos Vinicius de Borba dos Santos ministrou na Escola Santa Terezinha para 50 alunos, enquanto a Tenente Robriane Dalsin ministrou na Escola Ernesto Dorneles, localizada no bairro Vila Boeira, para 48 alunos.

Durante as palestras, foram abordados temas como o trabalho desenvolvido pela Patrulha Maria da Penha nos municípios da área de atuação do 1º Batalhão Turístico, com foco especial em Gramado e Canela. Além disso, foram destacados o surgimento da Lei Maria da Penha, a definição de violência doméstica, o ciclo e os diferentes tipos de violência (física, patrimonial, moral, psicológica e sexual). Também foram ressaltados os direitos da mulher durante e após o registro de ocorrência, assim como as principais medidas protetivas. Ao final, houve espaço para dúvidas e opiniões dos alunos participantes.