Canela,

19 de abril de 2024

Anuncie

Ju Alano

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Juliana Alano

13º enfim você chegou!  • Juliana Alano 

Compartilhe:

 Caro leitor, você também estava ansioso esperando a chegada do 13º? Há quem passe o ano todo esperando por ele e, quando ele chega, mal tem tempo de aproveitar, pois vai embora rapidamente.

Para você que é empresário eu sei que é um momento desembolso e que as vezes não é muito fácil despender desse dinheiro. Por outro lado, os colaboradores assalariados esperam ansiosos por essa data, uma vez que é oportunidade de ajustar a organização financeira, afinal o 13º só deve ser tratado como extra e gasto livremente se você tiver sido disciplinado durante o ano inteiro.

A triste notícia é que nem sempre esse dinheiro é usado com a devida importância e vai parar nas festas e presentes de final de ano, na viagem de férias não programada, dentre outros. Depois de gastar sem pensar, o vivente passa o ano todo fazendo malabarismo para sair das dívidas, o famoso só “pagando boletos”.

• SIGA A JULIANA NO INSTAGRAM

Meu convite hoje é para que você analise quais são as prioridades, o que realmente vai fazer diferença na sua vida neste momento, pois a única coisa pior que gastar um dinheiro que não podia, é gastá-lo sem definição de prioridades. 

Se você está em situação de endividamento, o ideal é destiná-lo totalmente para o pagamento de dívidas. Por mais doloroso que isso possa parecer agora, sem dúvidas é o melhor a ser feito. As taxas de juros altíssimas cobradas por cartões de crédito e cheques especiais transformam pequenas dívidas em grandes problemas e o ideal é resolver definitivamente e o quanto antes. Além disso, aprenda a lição para não ser necessário comprometer o 13º do ano seguinte novamente com o pagamento de dívidas.

Você terá mais uma oportunidade de fazer certo dessa vez! Utilizar o 13º para eliminar dívidas não deve servir de motivação para entrar em novas dívidas desnecessárias. Certo?

Caso você ainda não tenha a sua reserva financeira com o 13º com certeza seria uma ótima oportunidade de começar a organizar isso. Recomendo que não comece o ano com dor de cabeça em função dos boletos de IPVA, IPTU, material escolar e tudo mais que vem nos visitar em janeiro. Lembrem-se que a FELICIDADE não está nas COISAS, está em NÓS!