Canela,

29 de fevereiro de 2024

Anuncie

Após tratamento, Gramadozoo realiza soltura de animais

Compartilhe:

O trabalho regenerativo do Gramadozoo continua apresentando resultados. Após tratamento veterinário, mais três animais foram reintroduzidos na natureza nesta sexta-feira (1°). Com acompanhamento da Secretaria do Meio Ambiente de Gramado, técnicos do zoo fizeram a soltura de um urubu-preto, um lagarto teiú e de um filhote de gambá.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Conforme o veterinário Jorge Lima, responsável técnico do Gramadozoo, os animais foram encaminhados pela Secretaria de Meio Ambiente para atendimento emergencial no zoo. “Nosso pilar principal é o bem-estar animal. Trabalhamos para reabilitação de todas as espécies que aqui chegam para tratamento. Permanecem no Gramadozoo apenas aqueles que não têm condições de voltar à vida livre. Nosso objetivo é sempre a soltura”, destaca Lima.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

De acordo com o especialista, o lagarto chegou ao zoo em 12 de maio de 2023. “Após tratamento, ficou apto para soltura”, diz. Já o filhote de gambá, foi levado ao parque em 26 de setembro. “É um órfão. Sua mãe foi atropelada e fizemos a alimentação desde os primeiros dias. Viemos monitorando o animal até que atingisse as condições ideais para a reintrodução”, conta. O urubu foi o último a chegar. Após cair do ninho, a ave foi resgatada em 6 de novembro. “Terminou o desenvolvimento ficando apto para viver em vida livre”, comemora.

O veterinário explica que as espécies possuem papel fundamental no equilíbrio ambiental. Enquanto o gambá atua no controle de escorpiões e carrapatos, os lagartos fazem o controle de pequenos roedores e pequenos répteis. Já os urubus, exercem excelente papel na manutenção e limpeza de carcaças de animais mortos no meio ambiente. Contribuem para a prevenção de doenças causadas pela proliferação de bactérias e microrganismos”, revela.

Fotos: Halder Ramos