Canela,

19 de maio de 2024

Anuncie

Chico

360 GRAUS

Francisco Rocha

Até agora, quatro candidaturas: Savi, Gilberto, Márcio e Cristina. Mas, tudo pode mudar

Compartilhe:

A política é muito dinâmica, você sabe. No tempo entre o que eu escrevo esta coluna e a sua publicação, pode estar tudo diferente, mas, é importante registrar que Canela, agora, às 16:48:19 de quarta, 17 de abril de 2024, temos quatro candidatos a prefeito em Canela: Marcelo Savi (MDB), Gilberto Cezar (PSDB), Cristina Moura (PP) e Márcio Boelter (PT).

A bem da verdade, até o registro das candidaturas, depois das convenções partidárias, a coisa pode mudar. Mas, tudo se encaminha para quatro candidatos em duas correntes distintas.

Por seu apelo popular em Canela, o MDB vai em busca do voto popular, seja qual for seu candidato, com base nos seus feitos para a população lindeira do Município. Além disso, a atual administração enfrenta forte rejeição junto ao eleitorado.

Nesta linha, quem divide votos com o MDB é PT, de Márcio Boelter, naturalmente, o PT atrai eleitores com propostas mais populares. Ainda, servidores públicos também são potenciais eleitores de Márcio, que é professor concursado pelo Estado.

Assim como Boelter, Savi também é professor. Acredito que ambos disputam a mesma faixa de eleitorado.

No outro lado do balcão, temos Gilberto Cezar, que vai angariar boa parte dos votos do centro e dos descontentes com a atual gestão. Até aqui, Cezar surfava esta onda sozinho, mas agora, entre o PP em cena, com a pré-candidatura de Cris Moura.

Gilberto, apesar de ter muitos simpatizantes da área central e dos jovens, também tem rejeição, por ter participado de duas gestões de Orsolin. Cris, por outro lado, não tem esta rejeição.

O perfil do eleitorado mudou

Conversava com uma jovem de 18 anos e um jovem de 21. Perguntei se eles sabiam em quem iam votar, disseram que não. Perguntei se eles conheciam o Marcelo Savi. “O secretário”, disse um deles. Perguntei se conheciam o Gilberto Cezar, “o candidato”, disseram.

Cléo Port, Vellinho, Tolão e outros nomes eram desconhecidos. Neste embalo, a Cris Moura, como novidade, leva vantagem.

Duvidam, façam o teste com os jovens com quem vocês convivem.

Habemus verba para o Ginásio

Inacreditavelmente, havia gente contra os R$ 9 milhões para o Ginásio Municipal. Publicamente, estas pessoas nunca irão admitir, mas nós, que temos acesso aos bastidores políticos, sabemos como a coisa estava sendo tratada.

Claro que não eram contra ao Ginásio em si, mas em ele sair do papel em um governo do MDB. Para ser justo, ainda não sabemos se sairá do papel este ano, mas já foi uma grande conquista dos esportistas garantir este valor.

A pressão valeu, colocou o esporte na pauta da política canelense. Para melhorar, a Prefeitura poderia, até o final do ano, continuar investido no esporte, como nesta arrancada do ano eleitoral.

Para a oposição, ir aos eventos esportivos para saber a realidade desta área em Canela já seria um bom começo.

É preciso entender que pautas como o Ginásio Municipal e a Secretaria Municipal de Esportes são de Canela, são de todos os esportistas e não de um partido ou de um político em especial.

Na política, tem uns que preferem crer para ver, ou já sou do time que quer ver para crer. Falar sentado no plenário com base no que lhes é contado é supérfluo demais.