Início Geral De onde vem as águas da Cascata do Caracol e como está...

De onde vem as águas da Cascata do Caracol e como está a sua qualidade?

Continua depois da publicidade

Foto: Reprodução

 

FRANCISCO ROCHA

[email protected]

 

Aonde nasce o Arroio Caracol e onde ele
começa? O que causa a poluição do ponto turístico mais famoso do sul do Brasil?

 

No mês do Meio Ambiente, junho de 2015,  a Folha trouxe uma série de reportagens especiais sobre as águas em Canela, a quais reproduzimos  on-line.

Começamos pelas mais famosas, a da Cascata do Caracol.
Quem mora em Canela, ou quem costuma visitar a cidade, tem gravado nas retinas a imagem da Cascata do Caracol, com sua majestosa queda d’água de 131m de altura e todo o verde da Mata Atlântica ao seu redor. Poucos, porém, sabem, onde são as nascentes do Arroio Caracol e quais são as águas que mandamos para o nosso principal ponto turístico.
Os diversos cursos d’água que um dia foram fator determinante para o desenvolvimento de Canela, inclusive do turismo, não são nem a sombra dos córregos em que os primeiros canelenses tomavam banho, pescavam e utilizavam a água para tratar os animais que criavam nas propriedades.
Nem mesmo os especialistas são capazes de determinar com exatidão qual é a nascente do Arroio Caracol, já que, como nascente, deve ser considerado o ponto mais longe de sua foz. Outros defendem que o ponto mais alto deve ser determinado como nascente.
Outro fato interessante é que as cartas hidrográficas da região não determinam onde realmente o curso d’água começa a ser chamado de Arroio Caracol, se no ponto onde se juntam os arroios Canelinha e Santa Terezinha, ou mais abaixo, quando recebe as águas do Arroio Pulador.
Até formar a famosa cascata, o Caracol recebe água de diversos pequenos córregos e arroios, sendo que 80% da contribuição é de Canela e 20% de Gramado. Todas, sem exceção, contaminadas.
Durante o mês do meio ambiente, a reportagem da Folha visitou diversos pontos de nascentes do Arroio Caracol para mostrar como está a qualidade das águas do nosso principal ponto turístico, as quais serão publicadas em mais duas edições.

As nascentes

Com auxílio do Google Earth, a reportagem da Folha tentou verificar qual seria a nascente do Arroio Caracol, utilizando as duas teorias, do ponto mais alto e do ponto mais distante. Foram duas as candidatas a nascente do arroio mais famoso da região.
No ponto de vista de distância, o Arroio do Lago do Loteamento Central é o vencedor, tendo uma de suas nascentes na Vila Maggi, em um banhado próximo a Rua Assis Brasil, distante 8,4 km da Cascata. No quesito altitude também, estando 854m acima do nível do mar.
Porém, se consideramos não o banhado, mas o início do curso d’água, o Arroio Canelinha fica com a faixa, distante 7,53km da Cascata e estando localizado a 844m acima do nível do mar.
Os argumentos acima nos mostram que o Arroio Caracol é, portanto, naturalmente canelense, pois, desde sua nascente até a foz, corre dentro do território de Canela, apenas fazendo divisa com Gramado, a partir da localidade do Caracol.