Início Destaque Imagens de Aparecida são encontradas no Parque do Caracol

Imagens de Aparecida são encontradas no Parque do Caracol

Continua depois da publicidade

Quarenta e uma imagens de Nossa Senhora de Aparecida foram encontradas em uma trilha do Parque do Caracol, na tarde de ontem, 05. Segundo o diretor do Parque, José Luiz de Oliveira, o Tio Kita, as imagens só foram encontradas porque ele percorreu a trilha para localizar alguns turistas que haviam seguido naquela direção e estava no horário de fechamento do Parque.

As imagens, medindo entre três e sete centímetros estavam enterradas a cerca de quatro metros da margem direita do Arroio Caracol. Tio Kita acredita que elas façam parte de um ritual religioso, pois, há cerca de 15 dias, um grupo com mais de 40 carros, uniformizados de amarelo e vermelho.

Até se encontrar um destino para as imagens, elas serão guardadas pela direção do parque.

Na Umbanda, Oxum é sincretizada a Nossa Senhora Aparecida (para uns e Nossa Senhora da Glória para outros). A pequena imagem da santa foi retirada do rio Paraíba por pescadores da região em 1717.  No início, a imagem de Nossa Senhora foi levada para casa de um dos pescadores conhecido por Filipe Cardoso. Em 1737 foi construída uma pequena capela nas margens do rio e cultuada por moradores da região. Em 1745 foi construída uma pequena igreja e em 1888, construíram uma nova igreja, que ficou conhecida como basílica velha e em 1980, foi inaugurada a atual basílica.

 Oxum domina as cachoeiras e chefia uma das falanges da linha de Iemanjá, conhecida como a falange das sereias. Oxum consolida nos filhos da Umbanda a força da mediunidade, fortificando-a nos banhos de cachoeira.

A Folha ouviu diversas pessoas ligadas a Umbanda e todas elas desconhecem rituais em que imagens sejam enterradas ou depositadas próximo a leitos de águas correntes. Pelo sim, pelo não, se este era o desejo de Oxum, ela deve estar feliz perto de uma das cachoeiras mais belas do País.

Fotos: Francisco Rocha