Início Polícia Professora é presa por entrar com celular no presídio e tentar entregar...

Professora é presa por entrar com celular no presídio e tentar entregar para detento

Continua depois da publicidade

Na tarde de hoje (19/05), uma ação conjunta entre a Polícia Civil de Canela e a SUSEPE prendeu em flagrante uma professora que dava aulas no interior do Presídio Estadual de Canela. Ela foi flagrada entregando um aparelho celular com chip e carregador a um dos detentos.

A ação foi flagrada e gravada por uma câmera oculta, instalada, com autorização judicial, no local em que feita a entrega do aparelho celular. A professora estava sendo investigada pela Polícia Civil de Canela desde o começo do ano, quando as suspeitas sobre ela se intensificaram.

Foram apreendidos um telefone celular, um chip e um carregador, tudo sem uso. Os objetos estavam no banheiro da sala de aula do presídio e tinham sido deixados no local pela professora. Os policiais civis e agentes da SUSEPE acompanharam as imagens em tempo real, apreendendo o celular antes que o detento pudesse pegá-lo.

O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela e responsável pelas investigações, destacou que se trata de crime absolutamente reprovável, uma vez que a professora tinha como missão dar aulas para os presos, mas acabou agindo também de forma criminosa ao fazer ingressar celulares no presídio.

As investigações foram feitas pelo Cartório de Combate à Corrupção, aos Crimes contra a Administração Pública e à Lavagem de Dinheiro da Delegacia de Polícia de Canela. A professora foi presa em flagrante pela prática dos crimes de corrupção passiva e ingresso de telefone celular em estabelecimento prisional, não tendo sido arbitrada fiança.

Ela foi encaminhada ao Presídio Estadual de Canela.