Início Segurança Presos suspeitos da morte de Ernesto Masotti

Presos suspeitos da morte de Ernesto Masotti

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil de Canela cumpriu dois mandados de prisão no início da manhã deste sábado, 15, esclarecendo as circunstâncias de um crime ocorrido na cidade em 28 de maio deste ano, que resultou na morte de Ernesto Masotti, um crime bárbaro que chocou a comunidade.

Durante o crime, tratado pela Polícia Civil como latrocínio, realizado no início da manhã de um domingo, a vítima, que tinha 70 anos, foi abordada no interior de sua casa, no Bairro Vila Suíça, sendo gravemente agredida, atingida por golpes na região da cabeça.

Masotti não resistiu e veio a falecer em 8 de junho, após permanecer internado na UTI do Hospital de Gramado desde a manhã do crime. No interior da casa, durante o crime, também estava a esposa, que também foi gravemente ferida.
A Polícia Civil de Canela, desde aquele domingo, tratou o crime com absoluta prioridade, dadas as circunstâncias e gravidade dos fatos. Após investigações, apurou-se como foi realizado o crime, sendo identificados seus autores.
Na manhã de hoje, agentes da Seção de Investigação da Delegacia de Polícia de Canela cumpriram dois mandados de prisão referentes ao crime. A ação policial ocorreu no Bairro Santa Marta, onde um dos autores foi preso em uma residência. Ele estava foragido do Presídio Estadual de Canela, para onde foi levado pela Polícia Civil em razão dos fatos. O outro criminoso já havia sido preso e teve novo decreto de prisão cumprido pelos agentes policiais na manhã de hoje, no interior do presídio local.
O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Policia de Canela e responsável pelas investigações, afirmou que a Polícia Civil de Canela, com as prisões da manhã de hoje, mantém 100% de esclarecimento em crimes de homicídio e latrocínio nos últimos quatro anos no Município. Ele enalteceu, mais uma vez, a equipe de policiais civis da cidade, que mostram à comunidade, diariamente, comprometimento e qualidade nas investigações policiais. “Mesmo com todas as adversidades que temos nossos resultados nos orgulham”, referiu a autoridade policial.
As duas prisões fizeram parte da Operação Suíça, que também prendeu o líder do tráfico nos bairro São Lucas, Miná e Canelinha, contou com a participação de cinco policiais civis canelenses.

Fotos: Reprodução/DP Canela

IMG-20170715-WA0011

IMG-20170715-WA0008

IMG-20170715-WA0007