Início Saúde Lions e Secretaria de Saúde na luta contra o Diabetes

Lions e Secretaria de Saúde na luta contra o Diabetes

Continua depois da publicidade

O Lions Clube de Canela em parceria com a Secretaria de Saúde realizou, no último dia 15, uma grande mobilização sobre o Diabetes. A unidade móvel da Saúde esteve estacionada no Parque do Lago e os integrantes do clube canelense ofereciam às pessoas que estavam no atrativo o teste de glicose. As medições foram todas gratuitas e o material – fitas e medidor – foi fornecido pela secretaria.

A intervenção de prevenção serviu também para que o clube internacional de serviços de Canela atendesse uma das suas metas anuais: o combate ao Diabetes, uma das maiores causas de problemas de visão. E o combate aos problemas de visão são projeto-chave do Lions Clube Internacional mundo afora.

Dia Mundial de Luta

Na terça-feira, 14 de novembro, foi comemorado o Dia Mundial do Diabetes, data escolhida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para chamar a atenção sobre a necessidade do controle e prevenção da doença que, apesar de poder ser evitada em 70% dos casos, atinge mais de 14,3 milhões de pessoas no Brasil – o 4º país em incidência – e mais de 400 milhões no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS)

O Lions Clube Internacional enfrenta essa emergência de saúde global, aumentando a conscientização sobre o diabetes através de eventos, ampliando o acesso aos cuidados através de programas de triagem e tratamento, e melhorando a qualidade de vida através de acampamentos para pessoas com diabetes e programas recreativos comunitários. “Acreditamos que podemos ajudar a prevenir e controlar esta epidemia global, unindo Leões e Leos em torno desta causa”, comenta Vera Boeira domadora do clube canelense.

A doença

O diabetes é uma doença crônica, na qual o corpo deixa de produzir ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. A insulina é o hormônio responsável pelo controle da glicose (açúcar) no sangue.

Esse mal funcionamento pode provocar aumento da glicose (hiperglicemia) no sangue, o que pode, ao longo dos anos, causar uma série de problemas, desde cegueira até amputação de membros; ou hipoglicemia, que é a baixa taxa de açúcar no sangue – o que rapidamente pode levar o paciente a morte.

Existem dois tipos da doença, o 2, que acomete a maioria dos pacientes, principalmente a partir dos 50 anos, e o 1, mais comum em crianças.