Início 360 Graus 360Graus, por Francisco Rocha: IPTU e o aumento em 2018, Biblioteca da...

360Graus, por Francisco Rocha: IPTU e o aumento em 2018, Biblioteca da Escola Neusa Mari, Canal do Lago, Mulheres no comando e Mascote dos Bombeiros

Continua depois da publicidade

IPTU e o aumento em 2018: Bom, chegou o momento que todos sabíamos que iria chegar, inclusive a Prefeitura.
Os carnês de IPTU começaram chegar aos contribuintes e iniciou o gritedo em relação ao valor.
Em um dos imóveis que eu pago IPTU, o aumento foi de 96%, nas redes sociais já apareceram casos de mais de 200%.
O real aumento no imposto só seria conhecido quando viessem os carnês, até então a Prefeitura mostrava alguns casos para exemplificar o que iria acontecer.
Porém, é necessário dizer que agora é tarde, não adiantar chorar depois do leite derramado.
Na época da votação, cheguei a sugerir, aqui neste mesmo espaço, que a planta de valores deveria mesmo ser atualizada, até porque era um apontamento histórico do tribunal de contas, mas a alíquota do IPTU poderia ser reduzida para que o canelense não sentisse no bolso esse impacto.
Ou ainda, que o aumento fosse parcelado para não doer tanto no bolso.
A opção da Prefeitura foi fazer tudo de uma vez só, e deu o gritedo que estamos vendo.
A administração tem a Câmara na mão e os vereadores, em sua maioria, vão aprovar tudo o que vier da casa ao lado, salvo exceções, como foi o caso do 13º para agentes políticos, que a pressão da comunidade fez eles recuarem.
Mas, para tudo na vida há uma solução, já diz aquele velho ditado, então, diante da suspeita de aplicação incorreta do tributo, o ideal é recorrer à Justiça. Para isso, é preciso contratar um perito que comprove a suspeita e calcule o valor ideal a ser pago. Prove com dados e peça uma liminar judicial para depositar o imposto ideal em juízo. Esta postura impede que você seja considerado inadimplente ou continue contribuindo com uma taxa abusiva.
Acredito que na próxima semana teremos algumas ações deste tipo. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.
Os reflexos já aparecem: muitos relatos de canelenses que sempre pagavam seu IPTU em cota única e que agora vão pagar parcelado. Jogo que a dívida ativa vai aumentar, pois vai ter quem não vai conseguir pagar este imposto.
Por outro lado, Constantino e seus comandados agora tem o maior orçamento da história de Canela. A própria Secretaria da Fazenda projeta R$ 156.800,00 para o ano de 2018, um aumento de 23% em relação ao ano anterior.
Ou seja, não vai ter desculpa para que as coisas não aconteçam em Canela, um bom exemplo é o nosso Hospital, que agora deve ter mais injeção de recursos. Não é mesmo?

IPTU e as áreas que devem ser aplicado: Sabemos que o IPTU não é o único recurso que entra nos cofres da Prefeitura, mas ajuda bastante. Segundo a Secretaria da Fazendo, o imposto dos canelenses deverá ser assim dividido entre as secretarias:
– Educação, Esporte e Lazer – R$ 41.677.934,59
– Saúde – R$ 31.348.854,25
– Meio Ambiente, Urbanismo e Agricultura – R$ 21.405.325,66
– Turismo e Cultura – R$ 14.989.646,24
– Governança, Planejamento e Gestão – R$ 12.169.524,92
– Obras, Serviços Urbanos e Agricultura – R$ 9.276.848,04
– Assistência, Desenvolvimento Social, Cidadania e Habitação – R$ 5.504.255,60
– Fazenda e Desenvolvimento Econômico – R$ 5.120.037,32
– Câmara de Vereadores – R$ 3.900.000,00
Em tempo: Vamos combinar que este valor todo para manter a Câmara de Vereadores, que quase iguala o orçamento da assistência social ou do desenvolvimento econômico, chega ser uma piada né? Quase R$ 4 milhões para a Câmara?
Esta aí mais uma coisa a ser revista.

Biblioteca da Escola Neusa Mari: Meu amigo Márcio Boelter, diretor da escola Neusa Mari Pacheco, pede a ajuda da comunidade para renovar a biblioteca do educandário. Quem quiser e puder ajudar, é só fazer a doação na própria escola.
Livros e revistas atualizados, com até dois anos, são o objetivo inicial.

Lago do Palace Hotel: Mais uma vez venho aqui falar do controle da água do lago do Palace Hotel. Manter o nível da água do lago elevado para que não apareçam os bancos de terra e diminua o odor característico daquelas águas é vestir um santo e desvestir o outro.
Com o nível alto, aumenta o risco de alagamento nas áreas abaixo do lago.
A solução é uma limpeza do lago, com dragagem das partes onde está assoreado.
Daqui a pouco, levantarão o muro para esconder o que está debaixo d’água?

Canal do lago: Só não vê quem não quer que este canal que desce do lago é pura m#*[email protected] Devemos sim ter um programa para despoluir nossas águas, mas esta situação está consolidada. Passou da hora de a Prefeitura se mexer e licenciar esse canal para que os moradores lindeiros possam canalizar ou cobrir onde for o caso.
É uma daquelas situações que sem pressão não vai se resolver.

Mulher no comando: Gramado comemora o fato de uma mulher, Manu Caliari, ter chegado pela primeira vez no comando da Câmara de Vereadores, pela primeira vez nos 63 anos de existência da Casa Legislativa.
Aqui em Canela, já tivemos duas presidentes mulheres, Erena Leonora Feldmann Thomas e Noeli Stopassola Soares.

Mascote dos bombeiros recebe atendimento: O mascote do Corpo de Bombeiros de Canela, o cão Bino, que acompanha o dia a dia do quartel há mais de 15 anos, recentemente passou por uma cirurgia.
Ele passa bem, graças ao atendimento gratuito do Hospital Dr. Álvaro Abreu, onde ele fez, entre outros procedimentos, a retirada de pedras na vesícula.
Os remédios foram doados pelo veterinário Leonel Lucena. Os Bombeiros de Canela, sempre parceiros da Folha de Canela, agradecem o atendimento ao seu animalzinho.