Início 360 Graus 360Graus por Francisco Rocha: Dados da Polícia e Câmara de Vereadores

360Graus por Francisco Rocha: Dados da Polícia e Câmara de Vereadores

Continua depois da publicidade

Dados da Polícia
A Polícia Civil de Canela, pelo competente delegado Vladimir Medeiros, divulgou as estatísticas das ocorrências policias de nossa cidade sobre o ano de 2017.
Fica evidente que os números são reflexos do mal que o consumo de drogas causa à Canela, especialmente o crack.
Já escrevi aqui neste espaço e volto a repetir: existe um exército de crackeiros em nossa cidade, vagando à noite, praticando de pequenos a grandes furtos. Isso leva a mais violência, pois cresce o tráfico e cresce o olho das facções da região metropolitana, tais como os Mano e os Bala na Cara.
Já está se tornado comum saber que crimes violentos em Canela e Gramado estão ligados às tais facções.
Pouco a pouco, vamos vendo cenas de grandes cidades acontecer por aqui. Recentemente, um taxista me disse que em determinados horários, existe pedágio para acessar a pedreira, na Santa Marta, e se quiser entrar tem que dizer onde vai e porque.
Mais uma vez: passou (e muito) da hora de termos uma política de combate ao uso de drogas que funcione em Canela. Estamos indo para um caminho sem volta.

Câmara de Vereadores I
Que legal que a Câmara retomou a política de sessões itinerantes, principalmente nestas comunidades mais afastadas.
Eu jogo dois cafezinhos que nem 10% da população de Canela já foi em uma sessão da Câmara. Jogo que nem 10% sabe para que serve uma sessão da Câmara.
Já que o atual presidente Alberi está com essa motivação, vai uma dica: sessões da Câmara em escolas, municipais e estaduais, reunindo a comunidade escolar.
Descentralização é um grande negócio.

Câmara de Vereadores II
Outra coisa legal é dar um jeito na estrutura, lembro que já vai para mais de seis anos que se tenta dar um jeito no PPCI da Câmara, mas vale lembrar que não é só a Casa Legislativa, tem muito prédio público em Canela que se tivesse que tirar alvará não ia poder…
Se vale para o privado, deveria ser feito primeiro no público, para servir de exemplo.