Início Especial Projeto especial possibilita uma nova escola especial

Projeto especial possibilita uma nova escola especial

Continua depois da publicidade

Construção de hotel de luxo na ERS 235 viabilizará nova sede da Escola Especial Rodolfo Schlieper

O projeto de lei n.º 69/2018 está na Câmara de Vereadores para aprovação. A Prefeitura queria que o projeto fosse votado na última sexta, 16, última sessão antes do recesso de duas semanas da Câmara, mas os vereadores adiaram a análise, afirmando que gostariam de discutir a proposta com a comunidade através de audiência pública.
A matéria em discussão trata da construção da aprovação do museu e hotel do cacau, denominado Der Kakao Hotel (em alemão), na Estrada Canela – Gramado, ao lado do Oásis Santa Ângela.
O projeto original apresenta alguns elementos que fogem ao permitido pelo Plano Diretor, por este motivo, necessita de alguns ajustes, os quais já foram atendidos pelos empreendedores, e ainda autorização dos vereadores.
Além disso, o Conselho Municipal do Plano Diretor já aprovou o projeto, considerando ele especial. Nestes casos, o empreendedor precisa oferecer alguma compensação ao município, por estar construindo um projeto “especial”. No caso do Der Kakao, a compensação será uma nova sede para a Escola Municipal de Educação Especial Rodolfo Schlieper.

Fotos: Reprodução/Google Maps – Na foto de satélite, à esquerda do campo de futebol, área que deverá receber a nova escola
Atual Escola Especial Rodolfo Schlieper

Construção da escola como compensação
Inicialmente, a ideia da Prefeitura era a ampliação da ERS 235, com um trecho de terceira pista, mas os empreendedores ofereceram a construção de uma escola como compensação, por entender que por mais importante que seja uma obra, ela não se equipara à educação.
Por indicação da Secretaria Municipal de Educação, foi escolhida uma nova sede para a Rodolfo Schlieper.
A nova escola contará com 750m², totalmente adaptada para as características dos alunos que irá receber. A capacidade desta nova Rodolfo é para 188 alunos em um turno ou 94 em turno integral.
Segundo Leandro Senna, devem ser investidos R$ 1,2 milhão nesta obra de compensação.
A nova escola deverá ser construída em uma área na Rua Quilombo, de propriedade da Prefeitura de Canela, ao lado do Parque do Sesi.
Segundo o secretário Municipal de Educação, Gilberto Tegner, o terreno tem 60mil m². A ideia original do prefeito Constantino é destinar, ao longo do tempo, é dividir a área em três partes iguais, abrigando a nova Rodolfo, uma nova casa lar e uma creche dos idosos, um projeto futuro.
Ainda segundo Tegner, os 750m² da construção que será feita pelo Der Kakao atendem a demanda atual, mas a Prefeitura estuda a construção de 150m² a mais por sua conta, para que a escola tenha capacidade de atendimento por muitos anos.
“Será uma escola dentro dos padrões do FNDE e que vai contemplar as particularidades de uma escola especial e a parceria com a APAE”, garante Tegner.

Justificativas da Prefeitura
A Escola de Educação Especial Rodolfo Schlieper está localizada atualmente na Rua Almirante Barroso. A construção é antiga, com diversos problemas de infiltrações e não conta com as melhores condições de atender alunos especiais, padrões que foram mudando ao longo do tempo.
Além disso, o projeto enviado à Câmara, a Prefeitura justifica a aprovação do projeto especial considerando ainda que o empreendimentogerará cerca de 400 empregos diretos e indiretos, que possui arquitetura contemporânea, com elementos de sustentabilidade, como o reúso de água da chuva, painéis fotovoltaicos, diminuição do coeficiente de escoamento aumentando o tempo de concentração e selo LEED de sustentabilidade, além, claro, de ser uma nova e qualificada atração turística.

Destino da atual área da Rodolfo Schlieper
A atual área da Escola Rodolfo Schlieper, incluíndo as dependências utilizadas pela APAE, Rotary Clube e também Delegacia de Polícia, pertence à Prefeitura de Canela. A atual administração admite que ela será objeto de um estudo de aproveitamento, considerando inclusive parcerias com a iniciativa privada.

Hotel e Museu do Cacau deve ser construção mais moderna da região

Empreendimento de cerca de R$ 100 milhões contará com inovação tecnológica e respeito ambiental

Fotos: Reprodução – Fachada do Der Kakao Hotel e Museu

A reportagem da Folha de Canela conversou com o engenheiro ambiental Leandro Senna, empreendedor que está a frente do Hotel e Museu do Cacau, ao lado do engenheiro civil Alexandre Couto e do investidor Bruno Zarife.
Senna conta que o empreendimento será algo totalmente diferente do que o turista está acostumado na Região das Hortênsias. Ele será construído às margens da ERS 235, no sentido Canela-Gramado, entre o Oásis Santa Ângela e a Sinoscar.
O empreendimento deve contar com 160 quartos, sendo muitos deles “família”, com classificações entre luxo e super luxo e será um dos mais modernos do Estado.
Além do hotel, no local funcionará o Museu Der Kakao, um museu mesmo, com curadoria e museólogo. Senna diz que a história do cacau no Brasil e no mundo será retratada no espaço, através de todo o tipo de obra de arte.
Como atrativo, além da história da especiaria, os visitantes poderão participar de oficinas para fazer seu próprio chocolate, experimentar chocolates com misturas diferentes, de vários lugares do mundo, além de ter, a sua disposição, grandes marcas da região e do Brasil, com produtos top de linha, reconhecidos internacionalmente.
O restaurante do hotel será aberto ao público e também terá pratos temáticos, como risoto de amêndoas e nibs de cacau ou filé mignon ao molho de chocolate com pimenta.
O museu terá entrada franca para canelenses em dias úteis e receberá gratuitamente escolas canelenses para visitas guiadas e participação na Academia Der Kakao.

Construção moderna e sustentável
Materiais e técnicas de construção usados em grandes cidades turísticas, encontrados em países como os Emirados Árabes Unidos, Singapura e Nova Zelândia, estarão presentes no Hotel Der Kakao.
Os quartos especiais estão sendo chamados de “Glass Room”, com telhado de vidro duplex e vista para o Vale do Pinheiro Grosso. Acima destes quartos especiais, estará o “rooftop lounge Bar”, espaço de convivência com grama natural, que além de proporcionar conforto e integração com a paisagem, terá atrações ligadas ao tema e servirá como contenção da água da chuva.
O projeto do novo Hotel já foi aprovado pelo Conselho Municipal do Plano Diretor e aguarda o trâmite da Câmara de Vereadores, por se tratar de projeto especial.