Início Canela Laudo confirma que Xuxa foi morta por asfixia

Laudo confirma que Xuxa foi morta por asfixia

Fotos: Arquivo/Folha de Canela – Fátima Mello, a Xuxa foi encontrada morta nas peças em que morava com o companheiro
Continua depois da publicidade

Polícia Civil está finalizando o inquérito e deve indiciar por homicídio qualificado

A Polícia Civil confirmou, nesta semana, que Fátima Magalhães de Mello, 48 anos, conhecida como Xuxa, foi vítima de homicídio. O laudo pericial apontou que ela foi morta por asfixia.

Xuxa foi encontrada morta na manhã do dia 25 de janeiro, em uma casa onde residia com um companheiro, na Rua Patrício Zini, bairro Bom Jesus. Ela estava no chão de um dos quartos, com escoriações no rosto.

O companheiro de Xuxa foi levado à Delegacia de Polícia para esclarecimentos. Ele é um dos suspeitos de ter cometido o crime. O inquérito que já estava em fase final deve ser remetido à Justiça com indiciamento de uma pessoa por homicídio qualificado, tendo motivação passional.

A morte de Fátima foi na verdade o primeiro homicídio do ano na cidade.
Vale destacar que nos outros três homicídios ocorridos em Canela no ano de 2018, as vítimas tinham alguma relação com ações criminosas e as mortes foram decorrentes de acerto de contas.