Início Educação Bertholdo Oppitz, uma escola com garra

Bertholdo Oppitz, uma escola com garra

Continua depois da publicidade

Quando a reportagem da Folha chegou à Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Bertholdo Oppitz, no bairro São Lucas, e perguntou à equipe uma palavra que definisse a instituição, imediatamente a diretora e sua vice responderam: garra!
Eles enfatizam que todo o quadro profissional veste a camiseta e abraça a ideia de auxiliar a comunidade com tarefas que vão além da sala de aula, sempre incentivando os alunos a melhorar e querer mais.
Aumentar a autoestima da comunidade escolar e potencializar os talentos dos cerca de 500 alunos é um desafio diário na segunda maior escola da rede municipal.
A escola se prepara, agora, para ampliar estes programas e pretende envolver a comunidade para que todos se sintam parte deste processo, através de projetos que devem iniciar em 2019, trazendo os moradores para dentro dos muros escolares.

Sobre a Bertholdo
Em 1990, Canela já demonstrava uma grande concentração populacional. O Bairro Cantão era uma das comunidades que mais se desenvolviam nesse sentido. Para atender as diversas necessidades dos moradores, sobretudo as atividades educacionais das crianças, pedia-se a construção de uma escola que suprisse essas necessidades.
Naquele mesmo ano foi criada uma extensão da Escola Municipal Barão do Rio Branco. Em 17 de julho de 1992 acontece então a fundação da escola (Escola Municipal São Lucas) abrangendo turmas de 1.ª e 2.ª séries.
Em 2000, um decreto lei conferiu à Escola o nome de Bertholdo Oppitz, em homenagem póstuma ao Senhor Bertholdo Oppitz (13/02/1909 – 24/02/95), ex-Prefeito de Canela.
No ano de 2002 foi implantado o Turno Integral na escola, as turmas eram atendidas na capela do bairro por falta de espaço físico na escola. Após este período a escola teve como melhorias a ampliação com a construção de duas salas novas para abrigar o turno integral.
A escola conta com uma equipe de 32 profissionais da educação, cinco auxiliares e uma secretária.
Atualmente a diretora da Escola é a professora Fernanda Medeiros Dias e sua vice diretora a Professora Salete Francisco Klein. O quado conta ainda com: Orientação – Maria Idarlete Prado; Secretária – Carine Saez; Alguns Integrantes do Círculo de Pais e Mestres: Presidente – Cristiana de Oliveira Dinardi e Vice presidente – Leonilda Ramos dos Santos.
A missão da Escola é promover em parceria com a sociedade a formação integral do ser, proporcionando o desenvolvimento contínuo para uma atuação comprometida com o seu meio, de forma inovadora e solidária.

Turno Integral – A Escola conta com o Turno Integral que tem por objetivo ampliar a jornada escolar e as oportunidades educativas para os alunos de 1º ao 5º anos. Atualmente a escola atende 90 alunos oferecendo oficinas de artesanato, teatro, informática, saúde, recreação, educação ambiental e aulas de reforço.
Criando Dança – Tem por objetivo oportunizar atividades artísticas, incentivando o trabalho em grupo, a criatividade, a coordenação psicomotora, além da expressão corporal, integrando a escola com a comunidade de forma a valorizar os futuros talentos.
Teatro – Através do teatro a criança tem oportunidade de recriar sua própria realidade, desenvolvendo e estimulando a concentração, a expressão oral e escrita e a socialização de maneira lúdica.
Banda de percussão – Tem o objetivo de promover cultura musical e integrar a escola e comunidade desenvolvendo valores, princípios éticos e de cidadania, importantes para o convívio social.
Informática Educativa – Possibilita uma maior interação com a máquina e conhecimentos dos principais programas e recursos tecnológicos.