Início Meio Ambiente Corsan investe menos de 4% do que arrecada em Canela

Corsan investe menos de 4% do que arrecada em Canela

Foto:Francisco Rocha
Continua depois da publicidade

Na semana em que a Corsan anunciou investimentos milionários em Canela e Gramado, a reportagem da Folha teve acesso aos dados financeiros do saneamento canelense, que mostram uma arrecadação gigantesca e praticamente nenhum investimento.

Reportagem flagra esgoto sendo lançado direto dentro da barragem da Vila Suzana. Leia mais

Corsan autuada por não manter a qualidade da água que abastece Canela e Gramado. Leia mais

Após fiscalização, Corsan presta esclarecimentos na Delegacia

Segundo os dados do SNIS – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento do Governo Federal, a Corsan investiu menos de 4% dos impressionantes R$ 57 milhões que arrecadou em Canela nos anos de 2015 a 2017.

Confira os números:

Arrecadação da água e esgoto de Canela em R$:


2015 2016 2017
Receita com água 15.489.027,82 18.124.146,68 20.011.121,90
Receita com esgoto 1.147.767,88 1.091.735,80 1.231.530,31
Receita total 16.636.795,70 19.215.882,48 21.242.652,21

Investimentos na água e esgoto de Canela em R$:


2015 2016 2017
Abastecimento de água 200.368,69 290.294,17 490.518,22
Tratamento de esgoto 661.965,41 547.875,62 275.821,76
Receita total 862.334,10 838.169.79 766.339,98

* Informações do SNIS – Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento do Governo Federal

www.sinis.gov.br

Foto: Francisco Rocha

1 – Fiscalização na Estação de Tratamento de Esgoto Santa Terezinha

Percentual da receita investida em água e esgoto de Canela em R$:


2015 2016 2017
Abastecimento de água 1,29% 1,60% 2,45
Tratamento de esgoto 57,67% 50,1% 22,30%
Receita total 5,18% 2,16 3%

Promessa de investimentos na Região

Em Canela, na quarta (21), foi assinada a ordem de início das obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Santa Terezinha, num investimento na ordem de R$ 24,9 milhões.

Segundo a Corsan, a obra permitirá que a ETE Santa Terezinha tenha sua capacidade operacional praticamente triplicada, passando a tratar 90 litros por segundo. De responsabilidade da empresa Fast Tecnologia Industrial, tem prazo 15 meses para ser concluída.

Assinatura da ordem de serviço de Canela
Foto: Rita Souza

Já em Gramado, foi assinada, no mesmo dia, a ordem de início das obras da implantação de uma Estação de Tratamento de Esgotos da Companhia Saneamento (Corsan), com capacidade para 80 litros por segundo. A obra tem um investimento previsto de R$ 22,9 milhões e consiste na construção de uma estação em aço inox, com uma das tecnologias mais modernas na atualidade para o tratamento de efluentes. O prazo da obra é de nove meses.