Início Canela Prefeitura e Corsan definem locais para instalação de quatro novas estações de...

Prefeitura e Corsan definem locais para instalação de quatro novas estações de tratamento de esgoto

Foto: Divulgação
Continua depois da publicidade

As tratativas para a instalação de quatro Estações de Tratamento de Esgotos em Canela foi pauta de reunião na sexta (8), com representantes da Corsan e da Prefeitura. Foram definidas as condicionantes para viabilizar a instalação das ETEs compactadas, com ênfase a ligação de novos empreendimentos em fase de licenciamento na Prefeitura, assim como do atendimento de demandas de saneamento de locais não atendidos.

A Prefeitura fez diversos estudos verificando os locais e estruturas necessárias para a implantação das ETEs compactas, estabelecendo que serão instaladas na região do Lago do Palace Hotel, Vila Miná, Chacrão e São Luiz.

A Prefeitura de Canela ficou encarregada de definir as áreas onde ficarão localizadas as ETEs, estudos topográficos, transporte dos equipamentos desmontados para Canela (estão em Alvorada, na Região Metropolitana), licenciamento ambiental das quatro unidades, projetos básicos, construção do radier de fundações, montagem, cercamento e urbanização, adequações nos equipamentos e revisão, instalação de painel de comando, interface de telemetria, elaboração e aprovação do projeto elétrico.

As obrigações da Corsan são a desmontagem e relocação das ETEs, além do fornecimento de R$ 1,25 milhão para pagamento das despesas associadas a transferências das unidades, além da implantação das redes básicas de coleta de esgotos nas quatro unidades, elevatórias ou estações de bombeamentos necessárias para operação.

O secretário do Meio Ambiente, o biólogo Jackson Müller, destacou que a instalação dessas ETEs iniciam uma nova fase para a consolidação de uma política de saneamento compatível com as necessidades da comunidade canelense, da mesma forma que possibilitará a implantação de novos empreendimentos naquelas regiões. Tudo para proporcionar efetividade na melhoria na qualidade dos recursos hídricos, bem como na qualidade ambiental local, com importantes impactos no meio ambiente e na saúde pública.

À reportagem da Folha, Jackson Muller afirmou que nos bairros Chacrão e São Luiz, os equipamentos vão substituir os existentes, que não tratam o esgoto cloacal. Já na Vila Miná, a ideia é implantar nova rede e despoluir um arroio que é uma das nascentes do Caracol.

Já no Palace Hotel, o estudo visa tratar as águas pluviais antes que elas cheguem ao lago.

Não estamos descartando mudanças futuras quanto a forma de administrar água e esgotos em Canela”, disse Jackson. O contrato com a Corsan vence em dezembro de 2020.