Início 360 Graus Estatísticas x empregos

Estatísticas x empregos

Continua depois da publicidade

Já dizia o poeta, estatísticas são igual minissaia, o que revelam é interessante, mais o que ocultam é essencial.

Dizem que falta emprego em Canela, pelo menos é o que mostram as estatísticas. Eu acredito que não e falo isso com os dados que colho diariamente junto a diversos empreendedores da cidade.

Não há um estabelecimento que não tenha uma vaga imediata caso surja um candidato qualificado.

E aí é que está o essencial que a minissaia do mercado de trabalho não mostra, a qualificação.

Na assinatura do termo de início da obra de asfaltamento do Caracol/Ferradura, na semana passada, conversava com o Álvaro Grulke, atual secretário de Fazenda e Desenvolvimento, justamente sobre isso, a qualificação.

Canela precisa entender o que o mercado de trabalho necessita e qualificar quem não tem emprego para ocupar estas vagas. Grulke disse que a Prefeitura trabalha para fazer este levantamento.

Não adianta abrir 500 vagas de emprego na cidade se não existem trabalhadores para ocupá-las.

Existem diversas entidades que poderiam ser chamadas neste processo, UCS, Senac, Acic, Sinditur, Sindilojas, entre outras.

Não existe outro caminho senão a qualificação. Aí teremos a realidade do mercado de trabalho, nua e crua, sem a minissaia tapando o essencial.

Ano eleitoral é um saco

Para a iniciativa privada, ano eleitoral é um saco. Aqui no lado do balcão que não é público, a gente não quer parar e precisa que as coisas andem, pois as contas continuam a chegar. Em ano eleitoral as coisas demoram a acontecer, todo mundo fica receoso…

Atrapalha demais esse tranco de sapo baleado, que de dois em dois anos assola o brasileiro.

É uma pena que a proposta das eleições gerais não vai pra frente, com uma única votação para eleger desde o presidente ao vereador, além de diminuir os custos do processo eleitoral, a gente teria apenas um ano meia boa, de tempos em tempos.

Mas, os caras, lá do congresso eleitoral, não pensam na gente nem na diminuição dos custos, ao contrário, quanto mais eleições, para eles melhor.

Curtas (igual minissaia)

Dado a invasão dos blogueiros na última semana, as movimentações políticas e as publicações nas redes sociais, isso sem falar na votação da Câmara de Gramado, com protesto da população, já dá para ter uma ideia do que vem pela frente em 2020. Que a racionalidade e saúde mental seja mantida.

A rádio corredor anuncia novamente a mudança de titular da Secretaria de Saúde de Canela. Não sei, ainda, se a informação é quentucha. O que você acha, será que Valle (adoro essa piada)?

Se Constantino Orsolin agregar um blocão com PDT, PSDB e até o PP, para a próxima eleição, nem vai ter eleição, o porco já tá pelado. Acontecendo isso, tudo o que escrevi essa semana sobre política não vai servir para mais nada. Como é instável o noticiário político, oiga-lhe tchê!