Início 360 Graus Confiem nas informações oficiais e não espalhem fakenews

Confiem nas informações oficiais e não espalhem fakenews

Continua depois da publicidade

O brasileiro adora uma teoria da conspiração. Acha que é malandro e acaba deixando se enganar por todo o tipo de notícia falsa, alastrando-as em redes sociais.

O seu celular, neste momento, em uma rápida passagem na linha do tempo da sua rede social preferida, vai te lavar do extremo caos à cura repentina da Covid-19.

É claro que uma população com medo de uma doença ainda sem cura vai tentar se informar sobre o que está acontecendo, mas, neste momento, é necessário confiar nos números oficiais e na imprensa tradicional, que tem o comprometimento social e o profissionalismo necessário para checar estes dados.

Se aproveitando do medo da comunidade, sempre surge um espertalhão para tentar se promover e dizer que só ele tem informações que os outros não têm.

Até parece que alguns estão torcendo pelo vírus. É claro que sempre tem alguém que quer lucrar financeiramente ou politicamente, mas você deve pensar antes de acreditar em tudo o que lê na internet,

Como por exemplo dizer que Gramado está tomada pelo Coronavírus.

Pense comigo, se Porto Alegre, com uma população 10 vezes maior, registrou 50 casos oficialmente e acredita que pode chegar a 65 após algumas confirmações, como pode Gramado estar tomada?

Tão importante quanto ficar em casa e não transmitir o vírus para outras pessoas é não passar adiante informações falsas, o vírus da desinformação também pode causar muito estrago.

Confie apenas em dados oficiais e naqueles divulgados por um veículo de imprensa tradicional.

Seja responsável, lave as mãos, fique em casa e não compartilhe fakenews.