Início Região Gestores avaliam que o turismo na Serra Gaúcha terá que se reinventar...

Gestores avaliam que o turismo na Serra Gaúcha terá que se reinventar na retomada

Continua depois da publicidade

Retomada do turismo na região foi tema de uma live promovida pelo Grupo Brocker

Na última quarta-feira (27), o Grupo Brocker promoveu mais uma live em suas redes sociais com a participação de gestores do turismo na Serra Gaúcha. Esta edição do encontro online, que teve a mediação da CEO do Grupo Brocker, Any Brocker Boeira, contou com as presenças do Secretário de Turismo de Bento Gonçalves, Rodrigo Parisotto, e do CEO do G30 da Serra Gaúcha, Thomas Fontana. Os participantes, discutindo o tema “Ações Práticas para a Retomada do Turismo na Serra Gaúcha”, falaram sobre a necessidade do segmento de se reinventar.

Parisotto citou as medidas em Bento Gonçalves para uma reabertura segura das atividades econômicas, destacando o selo “ambiente limpo e seguro”, uma certificação para estabelecimentos que seguem rigidamente os protocolos exigidos pela prefeitura. “Todas as empresas que fazem parte do alvará turístico da cidade receberam um protocolo descrevendo 28 ações que devem ser adotadas para se receber o certificado. No momento em que empresa estiver adequada a estes itens, o gestor entra em contato com a Secretaria de Turismo, que manda uma equipe até o local verificar se as medidas estão sendo devidamente implementadas”, explicou Parisotto.

Segundo ele, se tudo estiver de acordo, a empresa recebe o selo de certificação, além de um material de apoio para orientar clientes, reforçar medidas e informar sobre protocolos adotados. “A cada dia 30 dias, nossa equipe volta ao local e verifica se a empresa continua cumprindo todas as ações. Se não estiver, fica sujeita a perder o selo”, acrescentou. O protocolo de ações para esta certificação foi desenvolvido pelo Comitê Pró Turismo Bento, seguindo orientações da Secretaria de Saúde e da Vigilância Sanitária do município, recomendações da OMS e do Ministério da Saúde, e todos os decretos municipais e estaduais.

Thomas Fontana, CEO do G30, grupo que reúne alguns dos principais empresários do turismo da Serra Gaúcha, reforçou a importância de inovar neste momento de retomada. “Essa é a hora de se reinventar, criar novas formas de receitas e ter a mente aberta para aproveitar oportunidades. Pode ser um bom momento para se associar a uma empresa até então vista como concorrente, ajustar setores e produtos dentro da empresa, renegociar contratos e quem está capitalizado até mesmo investir”, analisou.

Thomas Fontana destacou que o turismo precisa se unir ainda mais, com o setor público e privado somando esforços, alinhando pautas em comum e buscando o objetivo de uma retomada positiva na região. “Isso tudo vai passar, e é necessário montar um planejamento de longo prazo, um grande projeto estruturado e consistente do turismo na Serra Gaúcha. Nesse sentido, precisamos estender boas iniciativas, como este selo de certificação de Bento Gonçalves, para outros municípios”, completou. Fontana lembrou ainda que teremos um cenário de dólar alto, em que as pessoas deverão optar por viagens para destinos nacionais, e de maior valorização dos turistas pelo contato com a natureza, a ruralidade e culturas locais, muito presentes na Serra Gaúcha.

Esta foi a terceira live promovida pelo Grupo Brocker para debater o turismo na região, sempre nas quartas-feiras, às 17h, nas redes sociais da empresa. A primeira foi com os Secretários de Turismo de Canela e Gramado, Ângelo Sanches e Rafael Carniel, e a segunda com Mauro Salles, presidente do SINDTUR Serra Gaúcha, e Manoela da Costa, presidente da Associação de Parques e Atrações da Serra Gaúcha. As lives ficam disponíveis no canal de Youtube da Brocker, para quem quiser assistir. A próxima live, marcada para o dia 03/04 às 17h, será com a direção da Gramadotur com o tema “Natal Luz 2020 – 101 dias de pura magia”, falando dos eventos em Gramado e principalmente sobre o Natal Luz.