Início Canela CEEE vai assumir Barragem de Laranjeiras, que passa por manutenção

CEEE vai assumir Barragem de Laranjeiras, que passa por manutenção

Foto: Francisco Rocha
Continua depois da publicidade

Reservatório será esvaziado para conserto, mas técnicos não conseguem desobstruir comporta

Após muito tempo gerando preocupação na comunidade do Vale do Paranhana, a polêmica envolvendo a Barragem de Laranjeiras, no Rio Paranhana, em Canela, parece chegar ao fim.

RECEBA AS NOTÍCIAS DO PORTAL DA FOLHA GRATUITAMENTE NO SEU WHATSAPP!

Com a estrutura da casa de máquinas danificada pelo abandono e a ação do tempo, um vazamento surgiu na lateral da barragem, aumentando o medo de um possível rompimento.

O coordenador de Proteção e Defesa Civil de Três Coroas, Augusto Dreher, informou ao Jornal Repercurssão, de Sapiranga, que “sairia água igual se a barragem estivesse em funcionamento, mas por causa dos 60 anos da estrutura deve ter se rompido por desgaste. Isso não causa nenhum perigo”.

Técnicos tentam abrir comporta para esvaziar reservatório, mas, sem sucesso
Foto: Jackson Müller – PM Canela

Mesmo assim, o Governo do Estado e as defesas civis resolveram agir, afinal, o problema é antigo e alvo, inclusive, de Inquérito Civil movido pelo Ministério Público de Canela.

A unidade de assessoramento ambiental do MP emitiu manifestação onde recomenda o reparo no vazamento na comporta de segmento no vertedouro da casa de máquinas, verificado o sistema de drenagem interna do barramento. Também deverá ser feita a remoção da vegetação, a implantação de sistema de segurança através, por exemplo, de cercamento e monitoramento da área de acesso à casota e à barragem, para evitar a entrada de pessoas não autorizadas ao local, prevenindo ações de vandalismo, e prover melhorias de segurança para o acesso e circulação de pessoal técnico.

CEEE assumirá Barragem das Laranjeiras

Em nota oficial, o Governo do Estado anunciou que a barragem passa a ser de responsabilidade da CEEE. Confira a nota na íntegra:

A Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), pasta responsável pelo patrimônio do Estado, informa que, em agosto, ao ser comunicada sobre problemas de vazamento em uma das comportas da Barragem Laranjeiras, ampliou a fiscalização e solicitou a manutenção do local. Os trabalhos estão sendo realizados pela Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT), com a colaboração da Defesa Civil do Estado e dos municípios de Canela e Três Coroas.

A companhia vai assumir de forma definitiva a Barragem de Laranjeiras e está empreendendo todos os esforços para restabelecimento da condição de segurança que esta barragem requer, haja vista que a área onde se assenta já é de propriedade da CEEE-GT.

Barragem das Laranjeiras, no Rio Paranhana, será assumida pela CEEE

Barragem deve ser esvaziada, mas ainda não foi possível

Técnicos da CEEE e integrantes das Defesas Civis de Canela e Três Coroas trabalham no local desde a última semana. A Secretaria de Meio Ambiente de Canela acompanha o caso.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Canela, Marcelo Rodrigues, a ideia é esvaziar a barragem para fazer o conserto da comporta, mas a tarefa não está sendo fácil.

Reservatório está em seu nível máximo

“Foi utilizado um guincho de 70 toneladas para tentar abrir a comporta, mas não funcionou. Também foi reduzido o fluxo de água que vem do Sistema Salto, para diminuir a pressão, mas também não foi possível abrir a comporta. Mergulhadores fizeram, ainda, uma limpeza no local. Agora, vamos aguardar qual será o plano para o esvaziamento”, disse Rodrigues.

Sobre os problemas

A estrutura, construída há 60 anos, estava abandonada durante muitos anos, mas pertence ao governo do Estado. Diversos projetos foram pensados para o local, como a cedência para a iniciativa privada para a implantação de uma PCH (Pequena Central Hidrelétrica), mas nenhum deles andou.

Vazamento abaixo da casa de máquinas

Desde 2012, as comportas estão danificadas, devido a um ato de vandalismo, o que não permite controlar o nível de água da barragem, que fica sempre na capacidade máxima, com água extravasando pela parte superior do barramento.

Neste ano, um novo vazamento surgiu abaixo da casa de máquinas.

Comporta danificada
Vídeos: Jackson Müller – PM Canela