Início Bombeiros Busca por desaparecido chega a dois mortos no Cânion Fortaleza

Busca por desaparecido chega a dois mortos no Cânion Fortaleza

Continua depois da publicidade

Força-tarefa da Segurança Pública removeu os corpos do cânion em Cambará do Sul

Na tarde e noite deste domingo (13), uma força-tarefa foi organizada para transladar dois corpos encontrados em um acampamento feito no alto de um cânion na cidade de Cambará do Sul. Em razão do difícil acesso ao local, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e a Brigada Militar da região atuaram para localizar e trazer os dois corpos para a cidade.

RECEBA AS NOTÍCIAS DO PORTAL DA FOLHA GRATUITAMENTE NO SEU WHATSAPP!

A Polícia Civil – através da Delegacia de Polícia de Cambará do Sul e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de São Leopoldo – investiga o caso. Os corpos foram encaminhados para exame pericial.

Um deles foi identificado por familiares como sendo Israel Ethur Vieira, 27 anos. O outro espera identificação da perícia. Israel estava desaparecido desde o dia 5 de setembro, quando familiares registraram o fato na Polícia Civil de São Leopoldo, cidade em que ele residia. Segundo o Corpo de Bombeiros, o último contato feito por Israel havia sido feito do cânion em Cambará do Sul.

Para a remoção dos corpos, que estavam em uma barraca, houve a necessidade de emprego de equipamentos, inclusive trator e cavalos. As equipes percorreram cerca de 15 km, por estradas secundárias e trilhas até o local em que os corpos se encontravam.

A força tarefa era composta de cerca de 22 pessoas, dentre policiais civis, bombeiros militares e policiais militares e os trabalhos duraram toda a tarde e noite deste domingo (13).

O Delegado Vladimir Medeiros, responsável pelas delegacias de Canela e Cambará do Sul, informou que, na localidade, foram três dias de atividades à procura dos desaparecidos, sendo que a ação deste domingo foi extremamente difícil, dada a localização dos corpos, mas a força-tarefa realizada concluiu a atividade com pleno êxito em razão do comprometimento de todos. A autoridade referiu, ainda, que espera o resultado da perícia para concluir as investigações relativas à morte dois homens.

Sabia-se que Israel havia deslocado para o local com um amigo, a partir de outra cidade, mas, as forças de segurança não tinham conhecimento se o amigo havia feito todo o percursso.

A delegada Isadora Galian, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de São Leopoldo, esclarece que as investigações continuam e aguarda os exames periciais, bem como a identificação do segundo corpo, a fim de concluir a dinâmica dos fatos e encerrar o inquérito policial. Agradeço, nesta oportunidade, o esforço das equipes dos Bombeiros Militares, dos policiais civis de Cambará do Sul e do DPHPP de São Leopoldo, bem como a Brigada Militar, na operação de localização do desaparecido e a difícil remoção dos corpos”, disse a delegada.

Imagens: Divulgação