Canela,

13 de julho de 2024

Anuncie

Sessão Especial de “A Viagem de Pedro” movimenta Tapete Vermelho e Palácio dos Festivais

Compartilhe:

Rua lotada, muitas fotos, entrevistas, tietagem total.  A noite de ontem foi agitada no Tapete Vermelho e Palácio dos Festivais.  Era a chegada do ator Cauã Reymond, elenco e a diretora Laís Bodansky, do filme “A Viagem de Pedro”, que teve sessão especial no 50º Festival de Cinema de Gramado. Após passar por festivais ao redor do mundo, como Septimus Awards e Brooklyn Film Festival, Gramado foi o primeiro local a receber a exibição do longa luso-brasileiro, que retrata o retorno de D. Pedro a Portugal para recuperar seu trono, no Brasil. O filme chega aos cinemas no dia 1º de setembro, na semana do bicentenário da Independência.

Durante o debate da manhçã de hoje (18), a diretora falou do desafio de abordar este personagem, Dom Pedro; sobre explicitar a questão feminista, retratar personagens pretos com nomes, angústias, lembrando sempre que temos uma história que não foi inteiramente contada.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Já Cauã, , que além de protagonizar também assina a produção do longa, trouxe para a plateia a dificuldade de desconstruir Dom Pedro, uma figura que, completa Bodazsky, tinha como sonho de criança ser Napoleão, grande herói da sua vida, e tirar o “verniz da estátua”, mostrando-o como pessoa.

Uma fala positiva veio da atriz Dirce Thomaz que falou das personagens pretas do filme e sua composição. “O  filme foi um divisor de águas na minha vida” na medida em que retrata os negros que viviam ao entorno de Dom Pedro. O cinema, através do naturalismo, traz a respiração e o olhar para compor estes personagens. Ela afirma que o importante não é ter um texto enorme, o importante é estar presente.

Ainda nos debates de hoje tivemos a discussão do longa-metragem brasileiro, “Marte Um”, de Gabriel Martins. O elenco e produção estiveram em peso na conversa do filme com a plateia, onde o humor foi o ponto central.  Martins, disse que sente falta de mais humor, a partir dos cinemas marginal e pornochanchada. Ao ser questionado sobre como seria o mais correto ver a produção, se uma comédia dramática ou um drama cômico, ele explicou que entende que o filme possa ter diversas cores, diversos emocionais. Isso para ele diz muito do que somos como brasileiros, onde tem “coisas do Brasil que não se sabe se é para rir ou chorar”. O que parece ter ficado claro no debate é que a família Martins, retratada no filme, já entrou para a história do cinema nacional.

“Um Par Pra Chamar de Meu” é o vencedor da Mostra de Documentários Brasileiros

Uma das novidades da 50ª edição do Festival de Cinema de Gramado, a Mostra de Documentários Brasileiros já possui um vencedor. “Um Par Pra Chamar de Meu”, de Kelly Cristina Spinelli, foi eleito o Melhor Filme em Documentário Brasileiro. No longa, a documentarista acompanha a vida da mãe e de quatro outras mulheres que saem com os chamados personal dancers para discutir solidão, sexualidade e privilégio entre as mulheres da terceira idade.

O filme será exibido amanhã (19), no Palácio dos Festivais, como filme de encerramento da edição. Na oportunidade, a diretora Kelly Cristina Spinelli subirá ao palco para apresentar o filme e receber o primeiro Kikito do 50º Festival de Gramado.

Desde a última sexta-feira (12), os documentários selecionados foram exibidos na programação do Canal Brasil. O júri foi composto pelo fotógrafo Gilberto Perin e pelos cineastas Edu Felistoque e Susanna Lira.

Kikito de Cristal será entregue hoje para Paulina Garcia

A atriz chilena Paulina Garcia, atravessa na noite de hoje (18) o Tapete Vermelho do Festival de Gramado para, no palco do Palácio dos Festivais, receber  Kikito de Cristal, honraria que em 2022 completa 15 anos e sempre é entregue a grandes expoentes do cinema latino-americano.

A atriz acumula mais de 70 trabalhos entre teatro, televisão e cinema. Suas atuações renderam reconhecimento dos principais festivais de cinema do mundo, recebendo quatro indicações para o Premio Altazor de las Artes Nacionales, três para os Prêmios APES e ganhando o prestigiado Urso de Prata de Melhor Atriz no Festival Internacional de Cinema de Berlim, além de um Prêmio Platino em 2014.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Votação pelo App vai definir o Melhor Filme pelo Júri Popular

No Festival de Gramado o público também é jurado e ajuda a escolher as produções que levam para casa o Kikito de Melhor Filme pelo Júri Popular de curtas brasileiros e de longas brasileiros e estrangeiros. A votação é realizada pelo aplicativo do Festival, onde é possível, além de votar, consultar as informações dos filmes, como sinopse e ficha técnica, assim como assistir aos trailers dos longas em competição.

Disponível para Android e iOS, o serviço ainda reúne as principais informações do evento, como história, notícias, programação, patrocinadores e votação interativa.